Início Plano de Saúde Plano de saúde com obstetrícia: conheça mais sobre

Plano de saúde com obstetrícia: conheça mais sobre

Autor

Data

Categoria

O plano de saúde com obstetrícia oferece um suporte importante numa das fases mais importantes das mulheres que optam por serem mães: a gravidez. 

São meses em que o bebê e a futura mamãe precisam de cuidados específicos para que tudo corra bem. Nesse período, contar com um convênio que inclua toda a assistência referente ao pré-natal, parto e pós-parto ajuda a diminuir o estresse, pois não será preciso se preocupar com longas filas e vagas em maternidades pelo SUS.

Sem contar a tranquilidade de conhecer a equipe que fará o parto e ter cobertura inclusive se for necessário recorrer a uma cesariana ou a um parto prematuro. Para ter acesso a essas e outras facilidades, é preciso algum planejamento, como explicaremos neste texto. 

Confira dicas sobre cobertura, contratação e situações em que é vantajoso aderir ao plano de saúde com obstetrícia.

Neste conteúdo, vamos falar sobre:

  1. O que é um plano de saúde com obstetrícia?
  2. Quais planos contam com obstetrícia?
  3. O que o plano com obstetrícia cobre?
  4. Quando escolher esse tipo de plano?
  5. Como contratar um plano de saúde com obstetrícia
  6. Procurando plano de saúde completo que cabe no bolso? Vem pra Sami!

O que é um plano de saúde com obstetrícia?

Plano de saúde com obstetrícia é um produto pensado para atender às necessidades durante o período de gravidez da titular e/ou dependente.

O nome dado para essa segmentação assistencial pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é cobertura Hospitalar com Obstetrícia. Significa que o convênio médico combina opções de cirurgia e internação aos serviços obstétricos.

Segmentação assistencial é uma classificação que determina o que o plano de saúde cobre. A ANS é o órgão responsável por essas normas, e reconhece um total de 12 tipos de convênio:

  • Ambulatorial
  • Hospitalar sem obstetrícia
  • Hospitalar com obstetrícia
  • Exclusivamente Odontológico
  • Referência
  • Ambulatorial + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia
  • Hospitalar com obstetrícia + Odontológico
  • Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia + Odontológico.

Observe que é possível contratar somente a cobertura Hospitalar com Obstetrícia, porém, a adesão a esse tipo de produto não é comum. 

O normal é escolher um plano Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia, acrescentando a cobertura de consultas, exames e procedimentos realizados fora do ambiente hospitalar.

Quais planos contam com obstetrícia?

Antes de falar sobre os planos que oferecem esses serviços, vamos voltar um passo para explicar o que é obstetrícia no plano de saúde.

Considerando as segmentações assistenciais, só ganham a nomenclatura obstetrícia aquelas que cobrem os eventos relacionados ao parto natural, também chamado de parto a termo. 

Então, elas precisam incluir esse tipo de cirurgia, além da internação da mamãe e do recém-nascido, caso seja necessário.

Os convênios que servem de modelo, chamados Plano Referência, também incluem cobertura obstétrica completa, desde as consultas mais simples até o parto e cuidados no pós-parto.  Vale lembrar que, nessa segmentação, a acomodação da gestante ou nova mamãe será num quarto compartilhado, chamado de enfermaria.

Porém, se você considerar outros serviços como obstetrícia, convênios que tenham segmentação ambulatorial poderiam entrar nessa classificação. Afinal, a ANS exige que eles cubram consultas e outros procedimentos referentes ao pré-natal.

O que o plano com obstetrícia cobre?

Como adiantamos acima, a segmentação hospitalar com obstetrícia une os serviços obrigatórios na cobertura hospitalar aos obstétricos. Eles são especificados em uma lista criada pela ANS, chamada Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

Essa lista é atualizada pela Agência periodicamente. A versão mais recente foi aprovada pela RN 465/2021.

A norma afirma que o plano de saúde com obstetrícia cobre parto e puerpério, incluindo os seguintes serviços essenciais ao contratar um plano de saúde para gestantes:

  • Despesas, incluindo paramentação, acomodação e alimentação, relativas ao acompanhante indicado pela mulher durante: pré-parto, parto e pós-parto imediato. Pós-parto imediato é o período que abrange dez dias após o parto
  • Assistência ao recém-nascido, filho natural ou adotivo do beneficiário titular, ou de seu dependente, durante os primeiros 30 dias após o parto, isento do cumprimento dos períodos de carência já cumpridos pelo titular
  • Opção de inscrição do recém-nascido, filho natural ou adotivo do beneficiário titular, ou de seu dependente, isento do cumprimento dos períodos de carência já cumpridos pelo titular, desde que a inscrição ocorra no prazo máximo de 30 dias do nascimento ou adoção
  • O atendimento pré-natal e pós-parto poderá ser realizado por enfermeiro obstétrico ou obstetriz habilitados, desde que isso seja solicitado por escrito pelo obstetra.

O convênio médico com obstetrícia também engloba procedimentos da cobertura hospitalar, por exemplo:

  • Atendimentos de urgência e emergência
  • Cirurgias e internação hospitalar em número ilimitado de dias. Esse é um ponto importante para a continuidade do cuidado da saúde após a gravidez em casos, por exemplo, de necessidade de cirurgia de diástase abdominal
  • Atendimento em hospital-dia para o tratamento de transtornos mentais
  • Transplantes, inclusive a assistência aos doadores vivos e medicamentos usados durante o tempo de internação
  • Acompanhamento clínico em todo o período pós-operatório, o que engloba o chamado pós-operatório tardio (a partir de 48 horas da realização da cirurgia), exceto os medicamentos de manutenção
  • Órteses e próteses ligadas aos atos cirúrgicos constantes no Rol de Procedimentos
  • Despesas relativas ao acompanhante de crianças e adolescentes menores de 18 anos, pessoas com deficiência e idosos a partir dos 60 anos.

Acomodações

Assim como qualquer convênio que cobre internação, o plano com obstetrícia permite a contratação com acomodações em enfermaria ou apartamento.

A diferença entre eles é que a enfermaria é um quarto compartilhado com mais alguns pacientes, que terá horários de visita mais restritos e mensalidades mais baixas. Caso queira maior privacidade, vale escolher o apartamento, que é um quarto exclusivo em que você poderá receber os entes queridos em horários mais livres.

Quando escolher esse tipo de plano?

Como o nome sugere, o plano de saúde com obstetrícia se destina a mulheres que estejam em fase reprodutiva e/ou pretendam engravidar em breve

Essa cobertura confere segurança para o caso de uma gestação não planejada, fornecendo os serviços essenciais para que seja um período tranquilo. Quando a gravidez é planejada, faz ainda mais sentido se preparar e escolher um convênio que engloba serviços obstétricos. 

Assim, é possível comparar preços, operadoras e benefícios disponíveis, além de se organizar para que os períodos de carência sejam cumpridos antes do parto.

Homens podem contratar essa segmentação?

Será que existe plano de saúde com obstetrícia para homens?

Na verdade, os mesmos produtos oferecidos às mulheres podem ser contratados por homens. Parece estranho, mas sim, eles também podem aderir ao convênio na segmentação hospitalar com obstetrícia.

E a razão é simples: homens que pretendam se tornar pais no futuro aproveitam para incluir suas companheiras como dependentes no plano. Essa opção costuma ser vantajosa, principalmente se eles dispõem de convênios pagos em parte ou na totalidade pela empresa onde trabalham.

Isso porque, tradicionalmente, os planos coletivos são mais baratos do que os individuais ou familiares. Em outras palavras, acaba valendo mais a pena aderir ao plano coletivo empresarial ou mesmo ao coletivo por adesão e adicionar a parceira como dependente.

Como contratar um plano de saúde com obstetrícia

Por ter uma cobertura completa, o plano com obstetrícia é uma boa pedida para quem sonha em ser mãe, criar ou aumentar a família. Se esse é o seu caso, as dicas abaixo vão facilitar a tarefa de encontrar o plano de saúde ideal.

Acompanhe!

Verifique a melhor modalidade de contratação

Existem 3 modalidades de inclusão para esses produtos no Brasil:

  • Individual ou familiar: destinados à pessoa física
  • Coletivo empresarial: exclusivos para pessoa jurídica e microempreendedor individual (MEI)
  • Coletivo por adesão: contratados por sindicatos, associações e outras entidades que representam grupos de clientes.

Sempre que tiver essa opção, escolha um plano coletivo empresarial ou por adesão. Com ele, você terá acesso a mensalidades mais baixas, além de benefícios como tempo de carência menor.

Outra dica de ouro para poupar o orçamento é negociar diretamente com a operadora do plano de saúde, sem incluir intermediários como corretores e administradoras de benefícios

Por acrescentarem serviços, esses profissionais e empresas acabam exigindo o pagamento de taxas adicionais.

Confira a rede credenciada

Rede credenciada é o conjunto de profissionais e estabelecimentos de saúde que atendem pelo convênio como, por exemplo, hospitais, laboratórios, clínicas e consultórios.

É inteligente levar a rede credenciada em consideração quando for contratar qualquer tipo de produto, mas essa observação se torna ainda mais importante para os planos com obstetrícia. 

Fique de olho nas maternidades que aceitam o plano, pois é nelas que serão realizados os procedimentos de pré-natal, parto e atendimento do bebê durante o primeiro mês de vida. 

Faça pesquisas para verificar a reputação das maternidades, infraestrutura e serviços disponíveis para as gestantes.

Atenção aos prazos de carência

Carência é o tempo que os usuários devem esperar para ter atendimento completo pelo convênio

As regras da ANS estabelecem que os prazos máximos de carência são:

  • 24 horas para casos de urgência (acidentes pessoais ou complicações no processo gestacional) e emergência (risco imediato à vida ou lesões irreparáveis)
  • 300 dias para partos a termo, excluídos os partos prematuros e decorrentes de complicações no processo gestacional
  • 24 meses para doenças e lesões preexistentes, quando o beneficiário cumpre a carência parcial temporária (CPT)
  • 180 dias para as demais situações.

Se puder, se programe para contratar o plano até dois meses antes de engravidar, a fim de garantir a cobertura do parto normal ou cesariana.

Considere o custo-benefício

Depois de levantar as informações acima, você vai poder calcular o melhor custo-benefício. O plano com obstetrícia costuma ter mensalidades mais altas do que outras segmentações, porque engloba mais serviços.

Procurando plano de saúde completo que cabe no bolso? Vem pra Sami!

Na Sami, temos a missão de oferecer saúde de qualidade por um preço justo. Nossos planos são completos, com a segmentação ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, e cabem no seu bolso.

Nossos planos são para MEI e PJ a partir de 1 pessoa nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra e no ABC, com preços a partir de R$ 172/mês por pessoa.

Cada membro da Sami tem acesso ao seu próprio Time de Saúde, com médico pessoal e equipe de enfermagem que conhece você de verdade e que fazem o cuidado coordenado da sua saúde junto com os especialistas necessários.

Nossa rede credenciada, os Parceiros Clínicos da Sami, conta com opções de hospitais, maternidades, clínicas e laboratórios de qualidade como Hospital Oswaldo Cruz (unidade Vergueiro), Beneficência Portuguesa, Maternidade Santa Izildinha, laboratórios Labi, clínicas Davita e mais.

Sabemos também que saúde é muito mais que a carteirinha do plano. Por isso, criamos a nossa Rede de Hábitos Saudáveis, que oferece acesso ao aplicativo de exercícios e academias Gympass e ao aplicativo de saúde mental Vitalk.

Clique no botão abaixo e faça uma cotação.

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Como empreender com qualidade de vida?

Será que é possível conciliar empreendedorismo e qualidade de vida? Se por um lado ser dono do próprio negócio...

Acreditação hospitalar: o que é e qual a importância?

As expectativas do consumidor quanto à qualidade dos serviços de saúde são crescentes. Como forma de sinalizar ao público o compromisso com...

Plano de saúde para universitário: como escolher o melhor?

Será que vale a pena contratar um plano de saúde para universitário? Em meio a uma...

Relatório de sinistralidade: o que é e por que é importante para o seu negócio?

Quando uma empresa contrata um plano de saúde empresarial para seus funcionários, ela paga um valor mensal fixo, sejam os serviços usados...

Como lidar com o estresse como empreendedor?

Conviver com o estresse do empreendedor não é fácil, e quando os limites são ultrapassados, essa situação tende a provocar doenças como...
Sami Plano de Saúde Empresarial