Início Plano de Saúde Plano de saúde completo: o que deve incluir?

Plano de saúde completo: o que deve incluir?

Autor

Data

Categoria

Ter um plano de saúde completo para toda família é o sonho de consumo de muitos brasileiros. Mas o que é, de fato, um plano de saúde completo? Saiba o que é necessário para que você e sua família tenham o melhor serviço, com conforto e tranquilidade, quando mais precisarem. 

Veja abaixo os tópicos que vamos abordar neste conteúdo:

  1. Quais são os tipos de plano de saúde completo? 
  2. Planos de saúde com coparticipação são completos?
  3. Existe carência para um plano de saúde completo?
  4. Qual é a abrangência de um plano de saúde completo?
  5. Qual é a segmentação assistencial de um plano de saúde completo?
  6. Como escolher a rede credenciada de um plano de saúde completo?
  7. Qual é a acomodação de um plano de saúde completo?
  8. Checklist de um plano de saúde completo
  9. A Sami é o plano de saúde completo que cabe no seu bolso

Quais são os tipos de plano de saúde completo? 

Existem as seguintes modalidades de plano de saúde disponíveis para contratação:

Plano de saúde individual ou familiarvocê procura a operadora para contratar o plano e paga, mensalmente, um valor fixo pelos serviços oferecidos conforme firmado em contrato.

Plano de saúde coletivo empresariala empresa onde você trabalha contrata o plano. É possível incluir dependentes, como cônjuge, filhos e/ ou enteados. Neste caso, a empresa paga uma parte do plano de saúde e pode descontar, a cada mês, o restante do valor da sua folha de pagamento. Nesta modalidade também estão incluídos os planos de saúde para MEI.

Plano de saúde coletivo por adesãoé vinculado a alguma associação profissional ou sindicato. Você faz contratação de forma coletiva, junto com outros associados. Nesta modalidade, é paga uma mensalidade extra, ou seja, são 13 mensalidades em um ano. Também é possível incluir dependentes.

Atenção! Plano coletivo empresarial e por adesão exigem, respectivamente, vínculo com empresa e associação profissional.

Planos de saúde com coparticipação são completos?

No caso de plano de saúde com coparticipação, além de arcar com uma mensalidade, você precisará complementar o valor sempre que realizar uma consulta, exame ou qualquer procedimento médico. A taxa mensal e o valor de cada serviço são estipulados em contrato. Portanto, não são completos e geralmente são mais custosos quando comparados a outras modalidades, cabendo uma análise bem completa se o plano com coparticipação vale a pena.

Existe carência para um plano de saúde completo?

Todos os planos de saúde têm um período de carência para utilizar determinados serviços, porém há prazos fixados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que não podem ser ultrapassados pelas operadoras. Veja quais são:

É possível trocar de plano sem cumprir carência? Em 2018, a ANS instituiu a portabilidade de carências, que permite contratar um plano de saúde sem que seja necessário cumprir novos períodos de carência ou de cobertura parcial temporária. Para isso, é necessário que o novo plano contratado seja da mesma operadora e já ter cumprido os períodos de carência no plano de origem. Esse direito é garantido a todos os beneficiários de planos de saúde contratados a partir de 02/01/1999.

Atenção! Existem operadoras que exigem autorização prévia para a realização de exames e internações. Por isso, é indicado se certificar no momento da adesão do plano de saúde e antes de agendar o procedimento.

Qual é a abrangência de um plano de saúde completo?

O tipo de abrangência mais completa é a nacional, ou seja, você pode ser atendido em qualquer local do Brasil. Essa opção resguarda você e seus dependentes se precisarem de atendimento médico durante uma viagem pelo país, por exemplo. Mas além da abrangência nacional, existem:

  • Plano grupo de estados – atendimento em alguns estados;
  • Plano estadual – atendimento em apenas um estado;
  • Plano grupo de municípios – atendimento em algumas cidades;
  • Plano municipal – atendimento somente em uma cidade.

Qual é a segmentação assistencial de um plano de saúde completo?

As segmentações assistenciais são classificações que determinam os serviços que o plano de saúde cobre. Veja quais são:

  • Ambulatorial compreende consultas, exames e terapias, sem internações;
  • Hospitalar sem obstetrícia – internação sem cobertura para parto;
  • Hospitalar com obstetríciapré-natal, internação, parto e assistência durante os 30 primeiros dias de vida do recém-nascido;
  • Exclusivamente odontológico – consultas, exames, atendimentos de urgência e emergência, exames auxiliares ou complementares e tratamentos indicados pelo dentista;
  • Referênciaengloba assistência ambulatorial, hospitalar com obstetrícia e acomodação em enfermaria.

Sendo assim, a segmentação assistencial de um plano de saúde completo deve ser “ambulatorial + hospitalar com obstetrícia” ou, em caso de assistência odontológica, “ambulatorial + hospitalar com obstetrícia + odontológico”. Dessa forma, você estará resguardado em qualquer situação.

Atenção! O Rol de Procedimentos da ANS define uma lista de consultas, exames e tratamentos médicos que as operadoras são obrigadas a oferecer. Ao fazer a adesão, é recomendado verificar se essa lista consta no contrato do plano de saúde. Vale ressaltar que essa é a cobertura mínima a ser oferecida.

Já ouviu falar sobre serviços adicionais? As operadoras podem oferecer coberturas “extras”, como assistência farmacêutica, assistência/internação domiciliar e resgate domiciliar. Lembre-se de que tudo deve estar detalhado no contrato.

Como escolher a rede credenciada de um plano de saúde completo?

É importante avaliar com cuidado os hospitais, laboratórios e clínicas médicas que terá acesso. Verifique se há instituições próximas da sua casa e/ou do trabalho e se são reconhecidas pela qualidade, por exemplo.

A operadora de plano de saúde só poderá descredenciar hospitais em caráter excepcional. Nestes casos, é obrigatório substituir por outro equivalente e comunicar essa mudança ao consumidor e à ANS com 30 dias de antecedência, exceto nos casos de fraude ou infração sanitária ou fiscal por parte do hospital retirado. 

Se a operadora descredenciar um hospital sem substituí-lo, poderá efetivar e comunicar a redução da rede hospitalar aos beneficiários somente após autorização da ANS.

Qual é a acomodação de um plano de saúde completo?

Podem ser oferecidos dois tipos de acomodação:

  • Coletiva/ enfermaria – divide o espaço com mais uma pessoa;
  • Individual – o apartamento/quarto é somente seu, é possível ter mais privacidade e flexibilidade quanto a acompanhantes e horários de visita.

Checklist de um plano de saúde completo

Veja o que um plano de saúde completo deve incluir:

  • Modalidade do plano de saúde – individual/ familiar/ coletivo empresarial ou por adesão;
  • Abrangência – nacional;
  • Segmentação assistencial – ambulatorial + hospitalar com obstetrícia;
  • Rede credenciada – compatível com o que deseja;
  • Acomodação – individual.

A Sami é o plano de saúde completo que cabe no seu bolso

Surgimos para mostrar que é possível ter acesso a uma saúde mais justa, acessível e com foco no que realmente importa: o seu bem-estar e a sua qualidade de vida.

Cada membro da Sami tem acesso ao seu próprio Time de Saúde, com médico pessoal e equipe de enfermagem que conhecem você de verdade e que fazem o cuidado coordenado da sua saúde junto com você e os especialistas necessários. Aqui cuidamos da sua saúde, não da sua doença.

Nossa rede credenciada, os Parceiros Clínicos da Sami, incluem opções de hospitais, maternidades, clínicas e laboratórios de qualidade, como Beneficência Portuguesa, Hospital Oswaldo Cruz (unidade Vergueiro), maternidades Santa Joana e Santa Izildinha, laboratórios Labi, clínicas DaVita, entre outros.

Por fim, sabemos que saúde é muito mais que a carteirinha do plano de saúde. Por isso, criamos a nossa Rede de Hábitos Saudáveis, com o aplicativo de academias e exercícios Gympass e o aplicativo de saúde mental Vitalk.

Tem interesse? Clique no botão abaixo e faça uma cotação. Nossos planos são para MEI e PJ a partir de 1 pessoa nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra e no ABC, com preços a partir de R$ 172 por mês por pessoa.

Referências

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Demissão: como realizar preservando a saúde do colaborador

A demissão é uma realidade que faz parte de qualquer empresa e carreira. Seja motivada pela corporação ou pelo...

Corretor de plano de saúde: você sabe o que é e o que ele faz?

Contar com um plano de saúde está entre os maiores desejos dos brasileiros. Perde apenas...

Empreendedorismo e depressão: como prevenir e como cuidar

A relação entre empreendedorismo e depressão vem ganhando evidência nos últimos anos. E não é por acaso, afinal, a...

Terapia e empreendedorismo: quando é indicada?

Empreender não é uma tarefa fácil e muitas vezes pode ser solitária. Todo empreendedor está preocupado com os rumos da empresa, afinal...

Síndrome do impostor: o que é e como prevenir-se como empreendedor?

Não sei como isso deu certo. Eu nem acho que fiz muito. Agradeço o elogio, mas acho que não mereço tanto. Sinto...
Sami Plano de Saúde Empresarial