Início Plano de Saúde Quem possui MEI tem desconto no plano de saúde?

Quem possui MEI tem desconto no plano de saúde?

Autor

Data

Categoria

Será que todo MEI tem desconto no plano de saúde?

Essa é uma pergunta válida, porque o preço costuma ser um dos principais aspectos considerados pelo microempreendedor individual na hora de contratar um convênio médico.

Sabemos que investir em saúde é fundamental para ter qualidade de vida, mas nem sempre o MEI pode desembolsar altas quantias para pagar as mensalidades do plano. Afinal, como gestor do próprio negócio, também é preciso garantir a saúde financeira, enxugando custos para melhorar a lucratividade.

Se está pensando em contratar um plano de saúde para MEI, este artigo é para você. Nas próximas linhas, vamos falar sobre a dinâmica dos preços e custos envolvidos.

Neste conteúdo, vamos falar sobre:

  1. MEI tem desconto no plano de saúde?
  2. Quanto custa o plano de saúde para MEI?
  3. Como economizar no plano de saúde para MEI
  4. Procurando plano de saúde? Vem pra Sami!

MEI tem desconto no plano de saúde?

Você já deve ter lido ou ouvido que, quem tem MEI, tem desconto em plano de saúde.

De fato, há condições especiais para a contratação do convênio médico por microempreendedores individuais – entre elas, o preço.

Então, a resposta que você procura ao chegar a este conteúdo é: sim, é mais barato para o MEI contratar um plano de saúde. Porém, não se trata de um desconto – e vamos te explicar o porquê.

Quando falamos em desconto, estamos afirmando que há algum tipo de abatimento sobre o valor real de um produto ou serviço. É o que acontece quando vamos até uma loja (seja ela física ou virtual) e compramos um item por um preço inferior ao exposto.

Trazendo para a realidade do microempreendedor, você pode se valer do seu CNPJ para comprar um veículo zero quilômetro com desconto. Nesse caso, o carro é exatamente o mesmo vendido a outros consumidores.

É diferente do que acontece com um plano de saúde, que possui uma modalidade específica para microempreendedores individuais e não pode ser acessado por outras pessoas.

Resumindo, então: você paga mais barato, porém não há desconto em plano de saúde pelo MEI.O que existe é uma modalidade de contratação específica, que tem mensalidade mais baixa quando comparada a outros tipos de convênio médico.

Esclarecido esse ponto, vamos ver quanto você vai pagar por um bom plano de saúde?

Quanto custa o plano de saúde para MEI?

A ideia central de desconto nos planos de saúde para MEI está no preço reduzido da mensalidade de produtos pensados para essa categoria de empresários.

Isso acontece por causa da modalidade ofertada para os microempreendedores, chamada de coletiva empresarial.

Como o nome sugere, esse tipo de convênio só pode ser contratado por pessoa jurídica, e, por tradição, custa menos que os planos para pessoa física. O motivo é simples: os planos para pessoas jurídicas tem regras diferentes do que as regras para pessoas físicas, o que diminui o risco da operadora e, por consequência, o preço.

Isso porque no plano individual, as operadoras tem o reajuste controlado pela ANS, além de regras muito mais restritas para o cancelamento do plano.

Mas isso não quer dizer que um plano de saúde empresarial seja uma armadilha para o beneficiário. Abaixo, vamos explicar melhor para você como o preço do plano de saúde é formado e como a Sami chegou para oferecer um plano de saúde sem letras miúdas. Acompanhe!

O que compõe o preço do plano de saúde?

Antes de falar do preço em si, vamos voltar um passo para entender melhor as modalidades de planos de saúde.

De acordo com a legislação e principal órgão regulador dos serviços privados de saúde no país – a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) -, existem três modalidades de inclusão para os convênios:

  • Individual ou familiar: destinados à pessoa física
  • Coletivo empresarial: exclusivos para pessoa jurídica e MEI
  • Coletivo por adesão: contratados por sindicatos, associações e outras entidades que representam grupos de clientes.

Quando opta pela contratação de um plano empresarial, o microempreendedor individual pode pagar por mensalidades mais acessíveis, dependendo da operadora e das condições estabelecidas.

Em outras palavras, quanto mais serviços e coberturas inclusas, mais caro ficará o plano de saúde.

Para você ter uma ideia melhor sobre a composição das mensalidades, reunimos os principais fatores que interferem nesse valor.

Falamos mais sobre eles abaixo.

Segmentação assistencial

A segmentação assistencial é uma classificação que define o que o plano de saúde cobre, tendo impacto direto sobre o valor das mensalidades.

Procedimentos, exames, consultas e outros serviços são determinados por um dos 12 tipos de segmentações reconhecidos pela ANS:

  • Ambulatorial
  • Hospitalar sem obstetrícia
  • Hospitalar com obstetrícia
  • Exclusivamente odontológico
  • Referência
  • Ambulatorial + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia
  • Hospitalar com obstetrícia + Odontológico
  • Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar sem obstetrícia + Odontológico
  • Ambulatorial + Hospitalar com obstetrícia + Odontológico.

De acordo com essa classificação, o usuário terá mais ou menos serviços disponíveis dentro da rede credenciada de seu convênio.

A segmentação Ambulatorial é a mais simples, cobrindo consultas, tratamentos e exames básicos, que podem ser realizados em ambulatório. Procedimentos complexos, como cirurgias, e internações ficam de fora dessa cobertura.

Para ter acesso a eles, é preciso contratar um plano com atendimento hospitalar, que inclui cirurgias, atendimento a emergências e internações, com exceção do parto.

Gestantes estão cobertas pela segmentação Hospitalar com Obstetrícia, que dá direito a consultas e exames de pré-natal, parto e acompanhamento durante os 30 primeiros dias de vida do recém-nascido.

Convênios com segmentação Hospitalar contam, ainda, com uma subdivisão para especificar o tipo de acomodação: enfermaria ou apartamento. A enfermaria designa um quarto compartilhado, enquanto o apartamento garante maior privacidade para o paciente.

Na Sami, oferecemos planos com segmentação ambulatorial e hospitalar com obstetrícia. Você pode escolher um plano com quartos coletivos (enfermaria), com um preço um pouco mais barato, ou quartos individuais (apartamento), pagando um pouco a mais. Conheça mais clicando abaixo e fazendo uma cotação.

Rede credenciada

A rede credenciada corresponde ao conjunto de instituições e profissionais de saúde cobertos pelo plano. Tanto a qualidade quanto a tradição e o reconhecimento de entidades e especialistas interferem no preço do convênio.

Aqui na Sami, oferecemos uma rede de qualidade, nossos Parceiros Clínicos. Nossa rede inclui hospitais como Beneficência Portuguesa e Maternidade Santa Izildinha, e o laboratório Labi.

Abrangência

A abrangência determina a extensão do atendimento, que pode ser municipal, estadual, regional, nacional ou internacional. Quanto mais abrangente, mais altas são as mensalidades.

Atualmente, a Sami oferece planos para a cidade de São Paulo. Mas em breve expandiremos para mais regiões, acompanhe nossas comunicações.

Coberturas adicionais

São procedimentos que podem ser acrescentados ao plano, mas vão além do que é exigido no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS.

É o caso de alguns tipos de cirurgias e atendimentos especiais, contratados através de um valor adicional ao preço do convênio.

Com a Sami, você tem acesso a todo o Rol de Procedimentos da ANS, além de contar com um time de saúde, com médicos(as), enfermeiros(as) e coordenadores do cuidado para cuidar da sua saúde junto com você, do jeito que você precisa.

Reembolso

Planos que incluem a possibilidade de escolha da rede credenciada para reembolso costumam custar mais para cobrir as despesas. Portanto, é inteligente optar por um convênio com uma rede credenciada de sua confiança, que não precise ser muito abrangente.

Para oferecer um preço mais justo, a Sami atua com uma rede enxuta e sem reembolsos. Acreditamos que é muito mais importante oferecermos qualidade do que quantidade. Isso não quer dizer que você vai ficar na mão, já que contamos com o nosso time de saúde e uma rede de especialistas nos nossos Parceiros Clínicos.

Coparticipação

Se o plano de saúde funcionar em modelo de coparticipação, significa que o valor do pagamento mensal vai depender da quantidade e complexidade de procedimentos realizados nesse período.

Isso porque a coparticipação tem, inicialmente, uma mensalidade mais baixa, mas com taxas adicionais para cada consulta, procedimento ou exame.

Na Sami, não trabalhamos com coparticipação. Você sabe o que você paga e utiliza sempre que necessário.

Como economizar no plano de saúde para MEI

A primeira dica para economizar no plano de saúde para MEI é buscar por produtos voltados aos microempreendedores individuais, que têm preços mais baixos do que os convênios vendidos à pessoa física.

Muitas vezes, quem tem MEI pode acabar aderindo às modalidades mais caras por não saber que existem opções específicas para sua categoria, dentro dos planos empresariais.

Depois, é hora de listar suas prioridades para entender os itens indispensáveis e aqueles que podem ser cortados para diminuir o preço. Um exemplo são as coberturas especiais para viagens internacionais. Elas valem a pena somente quando você faz esse tipo de viagem com frequência.

(Falando em viagem, a Sami também oferece um seguro viagem para nossos clientes utilizarem sempre que necessário em viagens por todo o Brasil)

Aliás, se o seu negócio não exige viagens constantes, será mesmo que você precisa de um convênio de cobertura nacional? Será que um regional ou até municipal não compensa mais? Essas são questões válidas e que podem resultar em economia.

Quanto à segmentação, verifique se vai precisar de atendimento obstétrico em breve. Se não for, vale apostar numa cobertura Hospitalar sem Obstetrícia. Assim, você fica tranquilo caso precise de internação, podendo escolher a opção Enfermaria para cortar ainda mais despesas embutidas na mensalidade do convênio.

Abrir mão de planos focados em reembolso e coparticipação também pode ajudar a reduzir o custo das mensalidades, além de limitar esse valor, tornando a despesa previsível.

Dessa forma, você pode planejar um custo fixo para o plano de saúde, sem sustos com taxas adicionais.

Procurando plano de saúde? Vem pra Sami!

Falando em susto, muita gente se surpreende com os reajustes anuais de alguns convênios que, aumentam as mensalidades acima da inflação. Daí a importância de levantar o histórico da operadora para conferir a variação nos reajustes, evitando que tenha de cancelar o convênio depois de um ano – época em que o primeiro é aplicado.

Por fim, faça uma pesquisa e compare o custo-benefício dos convênios de algumas operadoras que atendem em sua cidade, dando preferência àquelas que suprem suas necessidades a um valor justo.

Ou você pode fazer melhor: vem pra Sami! Faça uma cotação clicando abaixo e cuide melhor da sua saúde com preço acessível.

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Demissão: como realizar preservando a saúde do colaborador

A demissão é uma realidade que faz parte de qualquer empresa e carreira. Seja motivada pela corporação ou pelo...

Corretor de plano de saúde: você sabe o que é e o que ele faz?

Contar com um plano de saúde está entre os maiores desejos dos brasileiros. Perde apenas...

Empreendedorismo e depressão: como prevenir e como cuidar

A relação entre empreendedorismo e depressão vem ganhando evidência nos últimos anos. E não é por acaso, afinal, a...

Terapia e empreendedorismo: quando é indicada?

Empreender não é uma tarefa fácil e muitas vezes pode ser solitária. Todo empreendedor está preocupado com os rumos da empresa, afinal...

Síndrome do impostor: o que é e como prevenir-se como empreendedor?

Não sei como isso deu certo. Eu nem acho que fiz muito. Agradeço o elogio, mas acho que não mereço tanto. Sinto...
Sami Plano de Saúde Empresarial