Início Plano de Saúde O que é um Procedimento de Alta Complexidade no plano de saúde?

O que é um Procedimento de Alta Complexidade no plano de saúde?

Autor

Data

Categoria

Quando uma pessoa procura um médico com qualquer que seja a queixa, o profissional dá início a um processo analítico para identificação do quadro clínico.

A partir dos sintomas relatados pelo paciente, ele solicita exames para chegar a um diagnóstico e dar início ao tratamento adequado. Os exames complementares possibilitam que o médico identifique diferentes patologias.

Alguns desses exames se enquadram na categoria de Procedimento de Alta Complexidade (PAC), como a tomografia computadorizada e a ressonância magnética. Um Procedimento de Alta Complexidade geralmente é aquele que envolve alta tecnologia e um custo mais elevado.

Mas existem outros tipos de tratamentos também considerados de alta complexidade que – quando realizados a tempo – salvam vidas. É o caso do cateterismo cardíaco. Esses procedimentos colaboram com o tratamento e também ajudam a evitar o agravamento das doenças.

Mas o que os planos de saúde dizem sobre os Procedimentos de Alta Complexidade? Quais são os mais comuns? É sobre isso que vamos falar neste conteúdo do blog da Sami!

Neste material, vamos falar sobre:

  1. O que a ANS diz sobre Procedimentos de Alta Complexidade
  2. Quais os Procedimentos de Alta Complexidade mais comuns? 
  3. Como é realizada a autorização de um PAC?
  4. Procurando um plano que cuide de você de verdade? Vem pra Sami

O que a ANS diz sobre Procedimento de Alta Complexidade

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) é a agência reguladora responsável pelo setor de planos de saúde no Brasil.

A respeito dos Procedimentos de Alta Complexidade, o órgão determina o prazo máximo para atendimento é de até 21 dias úteis. Isso considerando que determinado procedimento esteja dentro do Rol de Procedimentos e que faça parte da segmentação contratada, seja ambulatorial, hospitalar ou obstetrícia.

Outra questão diz respeito à carência dos planos de saúde – que é o tempo que o novo membro tem que aguardar para poder ser atendido em determinados casos. Para os Procedimentos de Alta Complexidade, por exemplo, o membro pode ter que aguardar até 180 dias para utilizá-los. 

Entretanto, se o PAC fizer parte de um atendimento de urgência e emergência, a ANS determina que o prazo da carência deve cair para apenas 24 horas. Lembrando que para doenças e lesões pré-existentes aplica-se uma Cobertura Parcial Temporária de até 24 meses, o que inclui também os Procedimentos de Alta Complexidade.

Quais os Procedimentos de Alta Complexidade mais comuns? 

No seu site, a Agência Nacional de Saúde Suplementar elencou cinco procedimentos que são realizados com frequência pelas equipes especializadas de diferentes planos de saúde do Brasil. São eles:   

Tomografia computadorizada

A tomografia é um exame de imagem parecido com o raio-x, mas com capacidade de mostrar detalhes mais precisos de partes internas do corpo, como ossos, órgãos, tecidos, vias aéreas e até os vasos sanguíneos. Este exame é utilizado com frequência para diagnóstico de câncer, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e também de lesões ortopédicas. 

A máquina que realiza este exame é super moderna e capta o órgão ou a região do corpo de todos os ângulos, além de gerar várias imagens ao mesmo tempo – o que a torna mais completa e possibilita um diagnóstico completo. 

Antes de fazer uma tomografia computadorizada, é indicado que a pessoa tome uma substância à base de iodo que atua enfatizando partes importantes do organismo, favorecendo a qualidade das imagens. 

Depois da captação das imagens, o especialista responsável emite um laudo médico descrevendo todos os elementos que foram encontrados no exame e apontando anormalidades e alterações. 

Ressonância magnética 

A ressonância magnética também é um exame de imagem que capta com detalhes e alta definição o interior do corpo do paciente. Ela é realizada para analisar possíveis doenças cardíacas, abdominais, cervicais, neurológicas ou ortopédicas. 

O paciente deita dentro de uma máquina e o campo magnético provoca a agitação das moléculas do corpo. O aparelho capta essa agitação e as transfere para o computador, gerando as imagens. 

Da mesma forma, após a realização da ressonância magnética o radiologista faz o laudo médico no qual ele aponta anormalidades e todas as questões encontradas na área examinada do corpo do paciente. 

Hemodiálise 

A hemodiálise é considerada um Procedimento de Alta Complexidade realizado em pacientes com insuficiência renal crônica. Por meio de uma máquina que funciona como um “rim artificial’” o sangue é filtrado e substâncias indesejáveis, como a creatinina e a ureia, são eliminadas do organismo. 

Quimioterapia 

A quimioterapia é um tratamento realizado em pacientes com câncer. Medicamentos são administrados via intravenosa a fim de destruir as células que formam o tumor, e impedir que elas se espalhem pelo corpo da pessoa. 

Cateterismo cardíaco

O cateterismo cardíaco também é um Procedimento de Alta Complexidade. É um exame realizado em pacientes com problemas cardíacos através do qual é possível encontrar obstruções nos vasos sanguíneos que irrigam o coração. 

Caso o fluxo de sangue pare de fluir, o paciente pode sofrer um infarto e morrer. Portanto, o cateterismo é muito importante para detectar problemas em tempo hábil de serem solucionados.  

Como é realizada a autorização de um PAC?

Segundo as normas da ANS, nos casos em que os membros do plano de saúde precisam de autorização para realizar Procedimentos de Alta Complexidade, eles têm direito a ter acesso ao profissional que vai avaliar o caso em até 24 horas. 

De acordo com o prazo definido pelo médico como ideal para realização do procedimento em questão, o plano de saúde deve ser capaz de proporcionar o exame dentro deste período. 

Em quais casos é necessário um laudo médico?

O laudo médico para procedimento de alta complexidade é uma autorização feita pelo médico pessoal justificando a necessidade da realização do procedimento em questão dentro do contexto vivido pelo paciente. 

Este documento é necessário nos casos em que é preciso realizar uma investigação aprofundada para chegar a um diagnóstico, através de procedimentos mais complexos que demandam equipamentos modernos e de valor elevado. 

Existe ainda outro documento também chamado de laudo médico, feito pelo radiologista responsável pelos exames, no qual ele compartilha os resultados encontrados nas imagens. 

Todo exame deve vir acompanhado de um laudo, que tem grande importância para o diagnóstico de diferentes doenças – e para um tratamento adequado. E lembrando que também existem exames que o plano de saúde não cobre.

Procurando um plano que cuide de você de verdade? Vem pra Sami

Aqui na Sami, temos como missão oferecer um plano de saúde que cuida de você de verdade, de acordo com tudo o que você deseja e precisa – e que, claro, caiba no seu bolso.

Nossos planos são para MEI e PJ a partir de 1 pessoa nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra e no ABC, com preços a partir de R$ 172 por pessoa por mês.

Todos os nossos planos são na segmentação ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, com opções de quarto individual ou coletivo, com coberturas do Rol de Procedimentos da ANS.

Cada um de nossos membros tem acesso ao seu Time de Saúde, com médicos e enfermeiros que conhecem você de verdade e que fazem o cuidado coordenado da sua saúde junto com você e os especialistas necessários.

Nossa rede credenciada, os Parceiros Clínicos da Sami, inclui opções de hospitais, maternidades, clínicas e laboratórios de qualidade reconhecida, como o Hospital Oswaldo Cruz (unidade Vergueiro), Beneficência Portuguesa, Maternidades Santa Izildinha e Santa Joana, clínicas Davita e laboratórios Labi, entre outros.

Por fim, sabemos que cuidar da saúde inclui muito mais que a carteirinha do plano. Por isso, criamos a nossa Rede de Hábitos Saudáveis, oferecendo acesso ao aplicativo de academias e exercícios Gympass e o aplicativo de saúde mental Vitalk.

Clique no botão abaixo e faça uma cotação.

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Plano de saúde com coparticipação vale a pena?

Avaliar se o plano de saúde com coparticipação vale a pena é um dos desafios de pessoas físicas, MEI, empresários e profissionais...

O que fazer quando o plano de saúde não cobre exame?

Muitas pessoas pagam o plano de saúde a vida inteira, porém quando mais precisam não podem contar com a cobertura da operadora....

Plano de saúde nacional vale a pena?

Na hora de selecionar o convênio médico, é normal ter dúvidas sobre o plano de saúde nacional. Com ampla...

Sobrevivi ao Covid-19. E agora?

Não sabe se tem Covid ou não? Veja este conteúdo no blog da Sami: Como saber se eu peguei Covid-19?

Estou com Covid-19. E agora?

Não sabe ainda se está com Covid-19 ou não? Veja este conteúdo do blog da Sami: Como saber se eu peguei Covid-19?...
Sami Plano de Saúde Empresarial