Início Bem-Estar Saúde no trabalho: a importância dos cuidados com o bem-estar dos colaboradores

Saúde no trabalho: a importância dos cuidados com o bem-estar dos colaboradores

Autor

Data

Categoria

Um assunto cada vez mais em alta nos últimos tempos é a saúde no trabalho, sendo tema de vários debates motivados, inclusive, pela pandemia. Com a grande maioria das pessoas se dedicando a alguma atividade profissional, nada mais natural que considerar esse um assunto de grande relevância.

Sabendo disso, inúmeras são as empresas que buscam dicas e artigos que orientem como promover o cuidado com os colaboradores.

Da segurança dos funcionários ao bem-estar emocional, tudo contribui para o aumento da produtividade e da qualidade de serviços e, consequentemente, com o alcance de melhores resultados.

Por isso, entender a definição e os benefícios da saúde no trabalho — ou saúde ocupacional — é obrigatório para qualquer gestor. Muito mais do que uma responsabilidade, essa é uma atitude que mostra respeito, carinho e preocupação com aqueles que trazem resultado ao negócio.

Cuidados com a saúde no trabalho

A saúde no trabalho se refere, basicamente, aos cuidados que uma empresa tem com o bem-estar de seus colaboradores. Dessa forma, o foco está em proteger o funcionário nos âmbitos físico, mental e social.

Considerando que as pessoas são as maiores responsáveis pelo sucesso de qualquer empresa, a saúde ocupacional, portanto, deve ser considerada como uma importante premissa de negócios e um ativo a ser zelado.

A cultura empresarial

Um ponto importante a se destacar nessa discussão é que, muito mais que uma obrigação, a saúde no trabalho deve fazer parte da cultura das empresas. Somente assim será possível dar a devida atenção que o assunto merece.

Isso se dá a partir do momento em que fica claro que os colaboradores possuem papel fundamental no funcionamento de uma empresa.

Dessa forma, o bem-estar da equipe deve ser prioridade da gestão, tanto no âmbito físico quanto mental.

saúde no trabalho
Promover um bom ambiente de trabalho deve fazer parte da cultura das empresas

A lógica desse pensamento é que, se os funcionários estiverem bem, o negócio tende a estar também. Na prática, significa que uma equipe saudável e colaborativa é mais propensa a apresentar bons resultados.

Por conta disso, diversas são as empresas que adotaram a promoção do bem-estar coletivo em sua cultura organizacional. Muito mais do que ações distintas, esse se tornou um lema de trabalho e um foco contínuo a fim de auxiliar a todos.

Saúde no trabalho no Brasil

Há diversas políticas públicas que contemplam o assunto com objetivo de diminuir o número de acidentes de trabalho registrados no Brasil.

Afinal, segundo dados da Plataforma SmartLab, tivemos cerca de 5,7 milhões de notificações de acidentes de trabalhadores com carteira assinada no Brasil desde 2012. Isso corresponde a uma notificação a cada 49 segundos.

Além disso, mais de 20 mil pessoas faleceram por causa desses acidentes.

Os números são preocupantes e geram diversos impactos negativos. Além das perdas humanas e na saúde, a economia também é muito afetada pelos acidentes de trabalho.

Ainda de acordo com a Plataforma SmartLab, os acidentes laborais provocaram quase 445 milhões de dias de trabalho perdidos e quase R$ 100 bilhões em gastos com afastamentos pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Saúde no trabalho e a legislação

Por tudo isso, além de fazer parte da cultura de qualquer companhia, a saúde no trabalho também envolve questões sociais bem amplas. Em consequência disso, há muitas obrigações legais que precisam ser observadas.

No total, existe 37 normas regulamentadoras impostas pela legislação brasileira e que valem tanto para empresas públicas quanto privadas. Entre elas, a mais famosa é a NR-17, norma regulatória criada em 1978.

O intuito dessas normas é diminuir o índice de acidentes e doenças causadas pelo trabalho, garantindo ambientes mais seguros para os colaboradores.

leis de contratante
É importante estar atento às normas que regulamentam a saúde no trabalho

Dentre as normas, algumas são bastante conhecidas, como é o caso da utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Também se destacam os treinamentos, palestras e capacitações dadas a cada um dos funcionários.

Ao mesmo tempo, alguns pontos são pouco aplicados pelas empresas, ainda que tenham grande importância e sejam relativamente simples de implementar.

As pausas de descanso durante o expediente, a comunicação de doenças ocupacionais e as ações de ergonomia são alguns exemplos disso.

De qualquer forma, qualquer empresa precisa ter conhecimento de tais normas para não descumprir a lei. Para isso, é importante que os profissionais de Recursos Humanos estejam capacitados e atualizados sobre o tema.

Principais aspectos da saúde no trabalho

Quando se fala de saúde no trabalho, há três aspectos fundamentais nos quais as doenças podem ser categorizadas.

Ainda que sejam complementares e estejam diretamente relacionados, eles são úteis para orientar e direcionar as ações necessárias. São eles: a saúde física, emocional e social.

Saúde física

Falar da saúde física no trabalho é se referir a qualquer enfermidade que afete o corpo dos colaboradores. Aqui se encontra a maioria dos problemas comuns à rotina de uma companhia.

saúde no trabalho
Um ambiente profissional ruim reflete diretamente na saúde dos colaboradores

Enquadram-se dessa modalidade os problemas relacionados à postura e também as doenças como gripes e resfriados. Aqui também entram situações que podem não ter relação direta com o trabalho em si, como uma dor de dente ou uma conjuntivite, por exemplo.

Sendo assim, podemos considerar neste grupo as enfermidades que podem ou não afastar o colaborador do serviço por conta de seu estado físico.

Em muitos casos, porém, o trabalho acaba sendo o próprio causador desses males.

Saúde mental

Problemas de saúde mental no trabalho crescem cada vez mais em todo o mundo. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 12 milhões de brasileiros sofrem com depressão, por exemplo.

O Brasil também é o líder mundial em casos de ansiedade, com quase 20 milhões de pessoas que sofrem com o problema.

saúde no trabalho mental
A depressão e a ansiedade são alguns dos principais efeitos causados por ambientes corporativos tóxicos

Essas doenças, ainda que negligenciadas por muitas empresas, têm efeito tão ou mais devastador do que as doenças físicas. Elas afetam o lado psicológico dos colaboradores e podem acabar desencadeando problemas físicos posteriormente.

Além da depressão e a ansiedade, o estresse é outra enfermidade bastante frequente no ambiente corporativo.

Em geral, o trabalho tem grande potencial para ocasionar essas doenças — ainda que não seja o único agente causador.

Saúde social

Em sua grande maioria, quando se fala de saúde no trabalho, é comum que as pessoas considerem apenas levam em consideração os dois fatores citados acima.

Entretanto, há um terceiro aspecto tão importante quanto os dois primeiros: a saúde social.

A saúde social se refere à capacidade do indivíduo de interagir com outras pessoas e manter um bom convívio com elas. Dessa forma, entram aqui os relacionamentos com a família, os amigos e os colegas de trabalho.

fobia social
O trabalho em parceria é consequência do bom ambiente nas empresas

Logo, um bom ambiente de trabalho é de extrema importância também. Por isso, empresas em que ocorrem muitas brigas, fofocas, competitividade tóxica e haja pouca interação e cooperação entre as equipes são extremamente prejudiciais à saúde.  

Benefícios de investir em saúde no trabalho

Como já explicado, a saúde no trabalho é um ótimo investimento para qualquer empresa. São inúmeros os benefícios dessa atitude, que afetam tanto a companhia quanto os colaboradores.

Dessa forma, vale a pena que os gestores se conscientizem sobre o assunto e direcionem esforços para promover uma cultura saudável no ambiente corporativo. Confira alguns dos principais benefícios de promover ações sobre a saúde laboral:

Aumento do bem-estar geral

Sem dúvida alguma, o maior benefício de investir em saúde no trabalho está na promoção do bem-estar dos colaboradores. Ainda que haja outras vantagens, essa pode ser considerada a mais importante.

saúde no trabalho
O bem-estar no trabalho tem impactos até na vida pessoal dos colaboradores

O bem-estar corporativo traz benefícios para a empresa como um todo, contribuindo tanto para a equipe em si quanto para os resultados.

Trabalhar num ambiente saudável potencializa a produtividade e aumenta o rendimento de todos.

Dessa forma, focar no bem-estar dos funcionários deve ser, como já dito, parte imprescindível da cultura das empresas. A partir do momento que essa preocupação for uma prioridade na sua empresa, os resultados e métricas positivas tenderão a seguir crescendo.

Diminuição do absenteísmo

Um indicador bastante importante na gestão de qualquer empresa é o absenteísmo. Afinal, o índice de faltas dos funcionários, sejam elas justificadas ou não, influencia diretamente no desempenho de qualquer companhia.

faltas no emprego
Diminuir as faltas e afastamentos provocados por problemas de saúde é um dos benefícios trazidos pelas ações de prevenção

Focar em saúde no trabalho auxilia muito na diminuição das taxas de faltas dos colaboradores. O principal fator é que, em grande parte, essas ausências são causadas por enfermidades leves.

Além disso, um ambiente saudável motiva mais os colaboradores, gerando maior engajamento nas atividades. Isso se reflete positivamente na saúde física, mental e emocional de cada um deles.

Dessa forma, trabalhar na prevenção ajuda a diminuir drasticamente a ocorrência de doenças.

Queda no turnover

Outra métrica importante para o setor de RH é o turnover, também conhecido como taxa de rotatividade de funcionários.

Basicamente, ela diz respeito à quantidade de pessoas que deixam a companhia a cada período.

Quanto maior o número, menor é a capacidade da empresa de reter seus talentos.

saúde no trabalho
É necessário promover ações que diminuam a rotatividade de profissionais

Sabendo disso, é simples entender que a saúde social faz extrema diferença aqui. Com um ambiente motivador, diverso e saudável, dificilmente os colaboradores procuram por outras oportunidades profissionais.

Obviamente que investir em saúde no trabalho não é garantia de reter os profissionais e nem deve ser a única medida adotada para isso. Também é preciso oferecer planos de carreira, treinamentos, remuneração adequada e metas alcançáveis.

Foco na produtividade

Qualquer pessoa que já trabalhou em uma empresa já presenciou essa cena algumas vezes: um colega de trabalho chega ao escritório tossindo, com nariz escorrendo e nítido mal-estar geral.

produtividade no emprego
Com saúde, é natural que os colaboradores produzam mais e melhor

A princípio, ele possui condições de trabalho, mas até que ponto sua produtividade é igual a dos demais colegas de equipe?

Sem estar em suas melhores condições físicas, é provável que essa pessoa produza muito menos, especialmente por estar com problemas que atrapalham seu desempenho e o foco em suas atividades.

Assim, investir na prevenção e em saúde no trabalho também ajuda a definir as ações mais adequadas em casos assim.

Quando a saúde é uma prioridade, é possível avaliar os casos, por exemplo, em que dar uma folga a quem precisa se recuperar é mais benéfico do que manter o colaborador atuando abaixo de suas condições.

Medidas simples como flexibilização da jornada ou possibilidade de atuar em regime home-office ajudam a garantir maior produtividade de sua equipe.

Na lógica, quanto mais saudável estiverem seus colaboradores, mais eles poderão render em suas tarefas diárias.

Melhora nos resultados

Todos os fatores mencionados acima refletem os benefícios da saúde no trabalho nos resultados da empresa.

saúde no trabalho
Ações preventivas devem ser vistas como investimento e não como uma despesa

Obviamente, nenhuma dessas medidas é garantia de crescimento no faturamento, mas elas já são meio caminho andado. Esse é um investimento indireto, o qual rende bons frutos às empresas a médio e longo prazos.

Também é mais fácil de cobrar e motivar os funcionários quando o ambiente está propício a isso. O bem-estar geral é fundamental para alcançar bons resultados, da mesma forma que os colaboradores são fundamentais para a companhia.

Redução de custos

Pode não parecer, mas focar na saúde no trabalho traz também benefícios econômicos para a empresa.

investimentos empresa
O foco na saúde no trabalho traz bons resultados financeiros a médio e longo prazos

Se por um lado é preciso investir mais em ações preventivas, treinamentos e demais investimentos, por outro, há muita economia proveniente de tais ações.

É só refletir, por exemplo, no quanto é gasto por ano na busca de novos profissionais para substituir funcionários que trocaram de emprego ou no tempo e dinheiro perdidos por ausências ou queda na produtividade.

Na ponta do lápis, é possível perceber que o valor agregado é bem maior quando se investe em prevenção.

Além disso, evitar acidentes de trabalho ou doenças mais sérias, também diminui os afastamentos mais longos e que causam tantos danos às pessoas e às equipes também.

Saúde no trabalho é investimento

Por conta de tudo que foi dito no texto, cuidar da saúde no trabalho é um ótimo investimento. Não somente com o pensamento em resultados, mas também nos reflexos que melhoram o ambiente e o bem-estar geral das equipes.

Parceria Certa na área da Saúde

Independente do tamanho da empresa, cuidar da saúde dos colaboradores é fundamental. Para isso, é preciso ter parceiros que possibilitem o investimento de forma certeira e eficiente.

A Sami é uma startup que tem como foco utilizar a tecnologia para descomplicar a saúde e torná-la acessível a todos.

A Sami Saúde oferece plano de saúde empresarial de qualidade com preço justo. Tire suas dúvidas sobre a Sami e saiba mais sobre nós!

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Demissão: como realizar preservando a saúde do colaborador

A demissão é uma realidade que faz parte de qualquer empresa e carreira. Seja motivada pela corporação ou pelo...

Corretor de plano de saúde: você sabe o que é e o que ele faz?

Contar com um plano de saúde está entre os maiores desejos dos brasileiros. Perde apenas...

Empreendedorismo e depressão: como prevenir e como cuidar

A relação entre empreendedorismo e depressão vem ganhando evidência nos últimos anos. E não é por acaso, afinal, a...

Terapia e empreendedorismo: quando é indicada?

Empreender não é uma tarefa fácil e muitas vezes pode ser solitária. Todo empreendedor está preocupado com os rumos da empresa, afinal...

Síndrome do impostor: o que é e como prevenir-se como empreendedor?

Não sei como isso deu certo. Eu nem acho que fiz muito. Agradeço o elogio, mas acho que não mereço tanto. Sinto...
Sami Plano de Saúde Empresarial