Início Saúde Onboarding: o que é e como utilizar para promover a saúde dentro...

Onboarding: o que é e como utilizar para promover a saúde dentro do negócio

Autor

Data

Categoria

Onboarding é um termo do inglês que pode ser traduzido livremente como “embarcando”,  “entrando a bordo” ou “integração”, para aderir a um termo organizacional. O jargão surgiu pela primeira vez na década de 1970 e é usado no ambiente de gestão. Nesta publicação, vamos explicar o que é onboarding, como funciona esse processo e como o onboarding pode ser utilizado para promover a saúde e maior qualidade de vida dentro de um negócio.

Neste conteúdo, abordaremos os seguintes tópicos:

  1. O que é onboarding?
  2. Como funciona um processo de onboarding?
  3. Modelo de onboarding
  4. Como utilizar o onboarding para promover saúde dentro do negócio?
  5. Promova mais saúde no seu negócio com um plano de saúde Sami

O que é onboarding?

Partindo da tradução literal da palavra (“embarcando”), onboarding é o processo de integração de novos funcionários de uma empresa. É por meio dessa ferramenta que o colaborador passa a conhecer as especificidades de uma organização, o que inclui sua missão, seus valores e necessidades que precisam ser alcançadas pelos colaboradores. É no onboarding que os novos funcionários vão aprender sobre a cultura da empresa, entender como funciona a rotina do lugar e conhecer mais a fundo suas dinâmicas.

O jargão criado nos anos 1970 também é conhecido como “organizational socialization” (socialização organizacional, em tradução livre). No artigo Organizational Socialization: The Effective Onboarding of New Employees, as pesquisadoras Talya N. Bauer e Berrin Erdogan explicam que no onboarding, o colaborador passa de um ser organizacional “outsider”, ou seja, alguém que não pertencia àquele grupo, para se tornar um ser organizacional “insider”, indivíduo que passa a fazer de um grupo ou organização. As autoras destacam que o processo é diferente da socialização ocupacional, quando o foco é aprender as normas de uma profissão. 

Como funciona um processo de onboarding?

De acordo com o portal Cognitive Talent Solutions (CTS), nos Estados Unidos, cerca de 25% dos trabalhadores que chegam em alguma empresa são engajados no processo de onboarding. Na etapa, que pode ser também tratada como um treinamento, são usadas táticas formais como reuniões, palestras, vídeos, textos e/ou orientações virtuais sobre operacionalização e cultura da organização. 

O processo de onboarding é um momento onde os colaboradores precisam se sentir acolhidos. É nessa etapa que a equipe que participa do processo com os novos colaboradores precisam explicar de forma objetiva, clara e detalhada a cultura da empresa para que as pessoas que estão chegando entendam o papel esperado que eles cumpram e peguem o ritmo o mais rápido possível.

Modelo de onboarding

O modelo de onboarding apresentado por Bauer e Erdogan (2011) traça três etapas que serão traduzidas aqui livremente como: características do novo colaborador; táticas do recém-chegado e esforços da organização. Elas deságuam em uma etapa intermediária chamada ajustamento e, por fim, nos resultados.

Nas características do recém-chegado, são observados a personalidade proativa, curiosidade e abertura aos interesses da companhia. Nas táticas, destacam-se a busca por informação e por feedback, além da construção dos relacionamentos. Nos esforços da organização, entram as orientações formais, as táticas de socialização, recrutamento e na conversão de outsiders para insiders organizacionais. 

É na etapa de ajustamentos onde precisa ficar claro o objetivo do papel do colaborador na empresa e na eficácia, além da aceitação no processo de tornar-se um insider da organização. Além disso, o conhecimento da cultura organizacional da empresa tem peso nesse processo. Por último, vêm os resultados: satisfação, comprometimento, volume de negócios e performance.

Como utilizar o onboarding para promover saúde dentro do negócio?

Ainda conforme o portal CTS, há pesquisas que mostram que as técnicas de socialização levam a resultados positivos para novos empregados, principalmente quando se fala em satisfação, melhor performance e maior comprometimento organizacional. Há ainda uma redução no estresse ocupacional e uma tendência a queda nos pedidos de demissão. O CTS considera essencial que as organizações tenham esse olhar para a retenção de talentos, o que significa uma vantagem competitiva em uma força de trabalho que tem se mostrado cada vez mais móvel e globalizada. 

Promova mais saúde no seu negócio com um plano de saúde Sami

Aqui na Sami, temos como missão oferecer saúde de qualidade por um preço justo.

Cada membro da Sami tem acesso ao seu próprio Time de Saúde, com médico pessoal e equipe de enfermagem que conhecem você de verdade e que fazem o cuidado coordenado da sua saúde junto com você e os especialistas necessários. Aqui cuidamos da sua saúde, não da sua doença.

Nossa rede credenciada, os Parceiros Clínicos da Sami, incluem opções de hospitais com acreditações internacionais, maternidades, clínicas e laboratórios de qualidade, como Beneficência Portuguesa, Hospital Oswaldo Cruz (unidade Vergueiro), maternidades Santa Joana e Santa Izildinha, laboratórios Labi, entre outros.

Por fim, sabemos que saúde é muito mais que a carteirinha do plano de saúde. Por isso, criamos a nossa Rede de Hábitos Saudáveis, com o aplicativo de academias e exercícios Gympass e adicionais exclusivos como meditação guiada, yoga, exercícios de mindfulness e até terapia digital – tudo grátis, já incluído no plano.

Tem interesse? Clique no botão abaixo e faça uma cotação.

Nossos planos são para MEI e empresas de pequeno e médio porte, a partir de 1 pessoa, nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra e no ABC, com preços a partir de R$ 172 por mês por pessoa.

Referências

Ei, RH! Quer economizar até30% no plano da sua empresa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

IMC: entenda as faixas e o peso ideal

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma ferramenta utilizada na área da saúde para avaliar a relação entre peso e altura de uma pessoa e, assim, classificar seu estado nutricional em categorias.

Etarismo: o que é, impactos na vida do idoso e a importância da pirâmide etária

o etarismo se refere a estereótipos, preconceitos e discriminação direcionada às pessoas com base na idade que elas têm.

Pluralidade cultural: o papel do pluralismo nas empresas

A pluralidade é um tema importante nos dias atuais, onde as fronteiras entre as nações se tornam cada vez mais fluidas e o mundo cada vez mais globalizado.

O que é ambidestria organizacional e quais são os benefícios

A ambidestria organizacional é uma abordagem que tem como objetivo equilibrar-se em dois focos sem perder a eficiência de suas operações.

Mundo BANI: o que é e como ele impacta a sua empresa

O BANI é uma maneira mais assertiva de enquadrar e entender o estado do mundo atual. Ao contrário do que muitos pensam, o mundo BANI não surgiu após a pandemia da Covid-19.
Ei, RH!Já conhece o planode saúde com foco emretenção de talentos?
×