Início Saúde Saúde dos funcionários: como estimular o bem-estar no home office

Saúde dos funcionários: como estimular o bem-estar no home office

Autor

Data

Categoria

Considerar a saúde dos funcionários como prioridade é necessário para qualquer companhia, independentemente de seu tamanho. Empresas de todos os portes e segmentos começam a focar no bem-estar dos colaboradores, ainda mais em tempos de home office.

Isso quer dizer que a importância dessa preocupação tomou novos rumos no ano de 2020. A pandemia deslocou diversos profissionais do ambiente corporativo para suas próprias casas.

Para as organizações, esse foi um ponto de apreensão, a princípio. Afinal, como seria a rotina de trabalho à distância? Qual a melhor maneira de garantir a adaptação das pessoas ao novo modelo?

Sendo assim, as empresas tiveram que lidar com essa nova realidade. Para isso, novas ações e projetos precisam ser incluídos e implementados na estratégia corporativa para garantir a saúde dos colaboradores.

E essa estratégia pode contemplar desde ações mais simples até estratégias mais relevantes como, por exemplo, a oferta de um plano de saúde empresarial.

O home office no Brasil e a saúde dos funcionários

Não é novidade alguma que o modelo de trabalho home office está crescendo muito no Brasil e no mundo. A mudança já vem de anos, mas a crise provocada pela pandemia foi impulso definitivo para a implementação em larga escala.

Dados da plataforma SEMrush apontam que o termo home office obteve crescimento de 2.300% entre março de 2019 e março de 2020. A pesquisa indica que há maior interesse no conceito e, mais importante, em sua execução.

Preservar a saúde dos funcionários foi um fator determinante para a implementação do home office.
Em 2020, o home office virou realidade para muitos trabalhadores por causa da pandemia

Diversas são as empresas que já anunciaram, por exemplo, que continuarão com o modelo de home office mesmo após a pandemia.

Outra companhia que fez uma análise a esse respeito é a consultoria Boston Consulting Group (BCG). Segundo o estudo, metade das companhias entrevistadas pretendem ter de 25% a 50% de sua equipe trabalhando de casa a partir de 2021.

Até aqui, confirmamos que esse o trabalho à distância veio para ficar, especialmente por fatores como a economia que ele representa para várias empresas. Mas, então, como cuidar da saúde dos funcionários quando não há em contato direto com eles?

O que diz a legislação brasileira sobre o home office e a saúde dos funcionários

Por conta da situação de calamidade pública provocada pela pandemia, a legislação ainda deixa algumas questões em aberto a respeito do home office. E, atualmente, há dois panoramas distintos sobre a questão.

No primeiro deles, consideram-se os trabalhadores que estão em casa somente por causa da atual situação.

Já no segundo, temos os profissionais que estão ou se manterão trabalhando nessa modalidade de forma permanente.

Para cada um dos casos, a legislação aponta necessidades diferentes, ainda que elas possam ser relacionadas ou confundidas. Por conta disso, é importante diferenciar alguns aspectos.

A saúde dos funcionários deve vir em primeiro lugar, mas é importante também cumprir as leis trabalhistas.
É importante estar atento ao que diz o contrato de trabalho e as leis trabalhistas em relação ao home office

No caso dos profissionais que estão temporariamente em home office, é preciso considerar os termos atuais da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), especialmente aqueles relacionados ao horário de trabalho, salário e benefícios.

No segundo caso (dos trabalhadores que atuam em home office de forma permanente), podem ser consideradas algumas mudanças, como a definição de horário de trabalho flexível, a atualização de benefícios e o corte no pagamento de horas extras.

Em ambas as situações, entretanto, a preocupação com a saúde dos funcionários continua a mesma.

A dúvida de grande parte dos gestores, porém, diz respeito à maneira como esse cuidado poderá ser realizado.

Como garantir a saúde dos funcionários no home office

Com essa preocupação constante de garantir colaboradores saudáveis, as empresas buscam a melhor maneira de promover o bem-estar físico e psicológico de suas equipes.

Para isso, definem ações que possam garantir a saúde dos funcionários, seja no escritório ou em casa. Abaixo, você encontra algumas formas de auxiliar sua equipe:

· Oferecer suporte

O primeiro passo para qualquer companhia garantir a saúde dos funcionários é oferecer suporte a eles em todos os momentos. Contar com esse auxílio, especialmente diante de situações delicadas, é um fator fundamental para qualquer pessoa.

Mesmo à distância, as empresas devem oferecer suporte e acolhimento como medida de manutenção da saúde dos funcionários
Mesmo à distância, as empresas devem criar meios de oferecer suporte e acolhimento aos seus colaboradores neste momento

Assim, o ideal é apresentar a organização como uma parceira, que está lá para ajudar. É normal que momentos de transição apresentem diversas situações novas e necessitem de adaptação de ambas as partes.

Assim, é importante tomar iniciativas que mostrem como os colaboradores estão se sentindo com o home office. Uma pesquisa interna que permita avaliar o estado de espírito da equipe, por exemplo, é uma ação que pode ser tomada.

Para qualquer profissional, é sempre reconfortante saber que pode contar o suporte da empresa e isso ajuda a promover a saúde dos funcionários mais que qualquer outra coisa.

· Reforçar a comunicação

Uma outra maneira de oferecer esse suporte aos colaboradores é por meio de uma comunicação eficiente e constante. Com a distância física entre as equipes, é natural que haja falhas nesse diálogo.

Reforçar a comunicação entre as equipes também é uma medida importante para manter a saúde dos funcionários
Mesmo à distância, é possível incentivar a integração entre as equipes

Sabendo disso, é necessário que alguns departamentos foquem suas atenções em formas de ajudar a equipe.

Nesse momento, as lideranças e a área de Recursos Humanos devem se preocupar em estabelecer ações que ajudem a manter o espírito de equipe.

Assim, promover e incentivar iniciativas como happy hour virtual, festas à distância para os aniversariantes do mês e o compartilhamento de dicas sobre filmes, playlists e livros são formas de criar conexões entre as pessoas. Considere investir em cursos de comunicação, como o de Comunicação Não Violenta (CNV).

A comunicação interna com a equipe também pode incluir orientações de saúde e bem-estar, além de passar as informações usuais do dia a dia da empresa.

Dessa forma, a distância não será um problema e nem diminuirá o senso de pertencimento dos colaboradores.

· Entender o momento

Embora pareça só ter benefícios em um primeiro momento, trabalhar no regime de home office não é “um paraíso” para muita gente.

Existem diversos desafios pelos quais a empresa e os colaboradores precisão passar durante todo esse momento de transição.

Uma forma de manter a saúde dos funcionários é compreender determinadas situações que possam ser vivenciadas no home office
No home office, é importante compreender e acolher os colaboradores em situações que não ocorreriam no ambiente corporativo

De um dia para outro, milhares de profissionais foram para casa e se viram diante de uma situação inédita, causando um certo desequilíbrio organizacional.

Por conta disso, é necessário que haja um entendimento por parte de todos que haverá situações que precisarão ser contornadas e até relevadas.

Assim, para o bem da saúde dos funcionários, é preciso entender que alguns incidentes podem ocorrer.

Ajustes de horários, comunicação truncada pela falta de conexão, videoconferências atrapalhadas por filhos e pets são situações rotineiras. E cabe à empresa e aos gestores compreenderem isso.

· Inadequação de espaços

Transformar a casa em escritório pode até parecer simples, mas a situação é mais complicada do que parece.

Escolher e montar o espaço ideal, buscar a tranquilidade do ambiente e garantir a eficácia do local são grandes desafios dentro do ambiente doméstico.

materiais para home office

Em alguns desses pontos, as companhias não têm muito como auxiliar, já que os problemas variam muito em função da situação de cada colaborador. Em outros, porém, a empresa consegue direcionar esforços para ajudar.

Por isso, se faz necessário entender o momento de cada um e verificar as necessidades individuais dos colaboradores, tentando implementar formas de ajudar a manter o conforto e a produtividade.

Assim, fornecer equipamentos como notebook, celular, materiais de escritório e até cadeiras ergonômicas são investimentos interessantes para garantir a saúde dos funcionários.  

· Ambiente social

Um ponto muitas vezes esquecido, mas que pode fazer total diferença nesse momento é o ambiente social. O termo é utilizado para explicar um conjunto de forças relacionadas ao contato humano, tanto físico quanto à distância.

Uma forma de manter a saúde dos funcionários em dia é incentivar bate-papos informais e sem relação com o trabalho
Incentivar que os colaboradores tenham conversas informais e sem relação com o trabalho ajuda a enfrentar o isolamento no home office

Esse é um fator que mexe diretamente com a saúde mental dos funcionários e, por isso, merece destaque. Afinal, é muito mais simples se sentir sozinho e desamparado quando se trabalha de casa.

Pensando nisso, o ideal é garantir um contato constante entre os colaboradores. Esse convívio pode ser incentivado por meio de ligações, videoconferências, e-mails ou mensagens.

O importante aqui é se certificar que haja contato entre os colaboradores, gestores e demais participantes da equipe.

Pontos de cuidado na saúde dos funcionários em home office

Mesmo seguindo as dicas acima, não há nenhuma garantia que a saúde dos funcionários se manterá bem.

Há formas, entretanto, de auxiliar sua equipe a atingir tal objetivo, se certificando que o apoio da empresa está sendo dado.

Alguns dos pontos podem requerer investimentos, enquanto outros podem ser feitos através de uma boa comunicação.

· Ergonomia

A ergonomia é um dos pontos que mais influencia na saúde dos funcionários, trazendo diversos problemas. Em geral, esse fator costuma gerar muitas dores físicas, incômodos e até afastamentos.

A ergonomia no home office é um dos grandes desafios enfrentados pelos colaboradores no home office
A inadequação dos espaços de trabalho em casa pode causar problemas relacionados à ergonomia

O grande vilão aqui diz respeito aos materiais e ao ambiente que o colaborador utiliza para trabalhar. Embora pareça confortável, trabalhar sentado na cama, assim como no sofá ou na cadeira da cozinha, não é o ideal.

Essa liberdade de trabalhar em qualquer ponto da casa acaba com a postura adequada e pode trazer danos permanentes.

Para isso, dar dicas de ergonomia e estabelecer um bom programa de comunicação podem ajudar.

Se a empresa puder e quiser investir mais, é possível até investir em ações como, por exemplo, enviar cadeiras de escritório para os colaboradores que atuam em casa, ajudando a equipe a não ter problemas ergonômicos.

· Postura

Esse é um tópico muito parecido e diretamente relacionado à ergonomia. Por isso, é preciso falar sobre a postura que os trabalhadores adotam durante o expediente.

Mesmo com mesas e cadeiras ergonômicas, é possível que colaboradores tenham problemas nas costas e em outras partes do corpo caso não tenham uma postura correta.

A postura também conta muito no que diz respeito à saúde dos funcionários
A postura é um fator que conta muito para que a saúde dos funcionários não seja afetada a médio e longo prazos

Enquanto no escritório há uma certa “pressão” de se manter em uma posição apresentável e profissional, em casa é diferente.

No sistema home office, é natural que o trabalhador relaxe e acabe trabalhando em posições que ele não adotaria no ambiente corporativo.

Ainda que esse fator represente uma certa liberdade e aparente conforto, a atitude pode trazer graves problemas à saúde dos funcionários.

Sabendo disso, é interessante apresentar os riscos provocados pela má postura e incentivar os colaboradores a não descuidar nesse aspecto.

· Visão

Outro ponto bastante ignorado no ambiente de trabalho remoto é a visão do colaborador. Aqui, podem ser considerados diversos tópicos, tais como a iluminação do ambiente, a proximidade da tela de aparelhos eletrônicos e a correta utilização de óculos.

Desconforto visual também é algo que merece atenção no home office em relação à saúde dos funcionários
A iluminação inadequada e o excesso de horas diante das telas provocam cansaço e desconforto visuais

O intuito está em evitar que a equipe “force” a visão e, assim, apresente problemas oftalmológicos que acabem afetando a saúde dos funcionários.

Ainda que os efeitos não apareçam de forma imediata, esses males podem acabar gerando transtornos futuramente.

Novamente, uma boa comunicação pode ser o diferencial para auxiliar os colaboradores. É preciso investir em medidas de educação da equipe, alertando sobre atitudes que podem comprometer a boa visão.

Segundo a Sociedade Brasileira de Oftalmologia, uma pessoa pisca de 10 a 15 vezes por minuto. No entanto, essa frequência pode diminuir até 60%, quando o usuário está em frente a uma tela.

Por isso, é recomendável incentivar que os colaboradores façam pequenas pausas de 5 a 10 minutos por hora (de preferência, fixando o olhar à distância, para longe do monitor).

Além disso, a cada quatro horas no computador, smartphone ou tablet devem ser seguidas de pausas maiores para evitar o desconforto visual.

· Horários

Por fim, para garantir que a saúde dos funcionários seja mantida nesse momento, é preciso rever também os horários de trabalho.

A CLT determina que, na condição atual, as oito horas diárias sejam mantidas.

O excesso de trabalho no home office também pode afetar negativamente a saúde dos funcionários
No home office, muitos colaboradores acabam trabalhando mais e com menos intervalos

Ao contrário do você pode estar pensando, o ponto aqui não está na diminuição de trabalho. Ao estar em casa, sempre com acesso ao computador e celular, o mais comum é que o colaborador não pare de trabalhar.

Com isso, um comportamento workaholic pode ser acentuado, influenciando diretamente na saúde da equipe.

Se faz necessário, portanto, garantir também que a equipe tenha seu tempo descanso, inclusive em meio ao expediente. Sugira pausas de café, exercícios de alongamento e pequenos breaks na rotina.

Pode parecer controverso, mas esse é um ponto que auxiliará e muito na produtividade e no bem-estar de toda a equipe.

Foque na saúde dos funcionários, mesmo em home office

Ter como foco a saúde dos funcionários é importante não somente para os colaboradores, mas também para a companhia. Trabalhadores saudáveis rendem melhor e são mais produtivos, apresentando performance maior.

Dessa forma, cuidar do bem-estar físico e psicológico de sua equipe é um investimento mais do que acertado. Seja no escritório ou em casa, essa deve ser uma preocupação primordial para o funcionamento de qualquer organização.

Parceria Certa na área da Saúde

Independente do tamanho da empresa, cuidar da saúde dos colaboradores é fundamental. Para isso, é preciso ter parceiros que possibilitem o investimento de forma certeira e eficiente.

A Sami é uma startup que tem como foco utilizar a tecnologia para descomplicar a saúde e torná-la acessível a todos.

A Sami Saúde oferece plano de saúde empresarial de qualidade com preço justo. Tire suas dúvidas sobre a Sami e saiba mais sobre nós!

Sami Plano de Saúde Empresarial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Onboarding: o que é e como utilizar para promover a saúde dentro do negócio

Onboarding é um termo do inglês que pode ser traduzido livremente como “embarcando”,  “entrando a bordo” ou “integração”, para aderir a um...

#CuidarDaFala: O que é capacitismo e como remover expressões capacitistas da sua fala

"Ele é maluco"; "Mas você é cego?";  "Está surda?".  São frases comuns no...

O que é a licença luto? O que o RH deve saber sobre o tema

A licença luto é o período de afastamento das atividades em que um trabalhador tem direito quando uma pessoa da família morre....

Employee experience: o que é e a importância para a saúde dos colaboradores

Employee experience é a soma das experiências de um colaborador, de acordo com a conexão que ele tem com aquela entidade, formada...

Janeiro Branco: precisamos falar de Saúde Mental

O chamado “calendário colorido da Saúde” elege meses e cores para conscientizar a população sobre questões de saúde. Algumas dessas campanhas -...
Sami Plano de Saúde Empresarial