Início Saúde Comunicação interna e saúde: o que o RH deve saber

Comunicação interna e saúde: o que o RH deve saber

Autor

Data

Categoria

A comunicação interna tem um papel fundamental para as organizações: de ser o principal ponto de contato entre a empresa, a área de Recursos Humanos e o colaborador. Desse modo, todos ficam na mesma página e entendem claramente os alinhamentos necessários.

Para se ter uma ideia, em uma pesquisa feita pelo McKinsey Global Institute, quando os colaboradores se sentem conectados e confiam na comunicação interna da empresa, existe um aumento de produtividade chegando até 25%.

O motivo é simples: quando o colaborador se sente parte dos objetivos da empresa e ligados aos seus resultados, eles se sentem motivados para seguirem com a missão da organização. A comunicação interna mantém o funcionário alinhado com os objetivos do negócio a fim de que tudo caminhe de uma maneira clara e fluida.

Ela está relacionada ao departamento de recursos humanos. Com isso, seu foco também é nos colaboradores. A comunicação interna é uma maneira simples e objetiva de falar com seus funcionários, gerando benefícios mútuos e promovendo a qualidade de vida no trabalho.

Neste conteúdo, vamos abordar os seguintes tópicos:

  1. O que é a comunicação interna de um negócio?
  2. Como a comunicação interna afeta a saúde dos colaboradores?
  3. Como o RH pode promover uma boa comunicação interna dentro da organização?
  4. Promova a saúde no ambiente de trabalho com um plano Sami

O que é a comunicação interna de um negócio?

O RH é uma área central no relacionamento entre os colaboradores e os objetivos da empresa. Ele é o responsável por cuidar do bem-estar, compreender as necessidades dos empregados e aumentar a felicidade do time da empresa. É o departamento que melhor conhece o colaborador. Portanto, é ele quem sabe como comunicar e motivar melhor os alinhamentos da empresa para o grupo.

Mas qual o propósito da comunicação interna? Precisamos entender que ela não é uma via de mão única. Ela precisa ser aberta e transparente para os colaboradores. Com isso, seu papel deve ser falar, mas também saber ouvir.

Uma comunicação interna eficiente dá voz ao colaborador. Ele precisa se sentir à vontade para expor suas necessidades, críticas e elogios. Quando um empregado se sente ouvido, ele respeita e ouve ainda melhor as comunicações da empresa.

Precisamos entender que nossos colaboradores também são nossos clientes e são eles os primeiros a serem conquistados. Serão eles o porta-voz da sua empresa, os evangelizadores da sua marca. Ao se sentirem bem em uma organização, eles defenderão os serviços e produtos da empresa e executarão ainda melhor suas funções.

Portanto, ao abordarmos a comunicação interna, precisamos ter em mente que ela é uma das principais ferramentas do RH. Ela, basicamente, dita como a sua equipe se comportará na empresa e os coloca no mesmo time, que se bem comandado, ao lado dos alinhamentos da empresa.

Como a comunicação interna afeta a saúde dos colaboradores?

Segundo uma pesquisa feita pela Gallup, 87% dos colaboradores do mundo não estão engajados com as empresas e seus trabalhos. Esse fator impacta diretamente na qualidade do trabalho, bem como na comunicação interna e no ambiente da organização.

Quando, como RH, estamos mais acostumados a falar do que ouvir, nosso sistema está fraco e ineficiente. Isso porque nossos colaboradores acabam não se sentindo acolhidos, impactando diretamente nas suas funções e bem-estar na empresa.

Como vimos, há uma relação mútua e clara entre o bem-estar dos funcionários e a comunicação interna: ela alinha expectativas e acolhe o empregado. Quando ouvimos mais, conseguimos avaliar mais claramente o clima organizacional da organização. Caso o ambiente ainda não seja favorável, é possível buscar alternativas para melhorar a comunicação interna da empresa.

Com isso, podemos observar que ouvir as sugestões dos seus colaboradores pode fazê-los se sentirem acolhidos, motivados e, claro, mais produtivos.  Devemos entender que a diversão e a transparência precisam estar em todas as estruturas da empresa e não só nos processos ou informalidade.

Ouvir e executar as sugestões dos seus colaboradores pode demonstrar confiança e zelo pelo seu time, evitando frustrações e alta rotatividade. Além disso, eles se sentem mais engajados e estarão muito mais abertos às mudanças e avaliações vindas do RH e seus coordenadores.

A comunicação interna também é uma ótima ferramenta para alinhar tarefas e prioridades, ditando o ritmo e facilitando o trabalho das organizações e das gestões da empresa. Ela também pode divulgar treinamentos e novos benefícios para os colaboradores.

Como o RH pode promover uma boa comunicação interna dentro da organização?

Agora que entendemos a importância de uma comunicação interna eficiente e o quanto ela impacta na saúde do trabalhador, surge a dúvida: como promovê-la dentro da organização?

O setor do RH é fundamental para a comunicação interna, são eles que podem implementar uma série de canais comunicativos entre a organização e seus colaboradores, como: softwares de gestão, jornais internos, murais online e aplicativos de comunicação (Teams, Zoom, Skype…).

Ao adotar ferramentas tecnológicas e de fácil acesso, é possível trazer mais agilidade para a comunicação e, consequentemente, mais engajamento.

Outro fator importante que pode ser adotado para promover uma boa comunicação interna é incentivar o diálogo entre líderes e seu time. Para isso, incentive a cultura do feedback assim seus colaboradores conseguem se desenvolver constantemente e se sentem uma peça importante para a evolução das empresas. É importante durante esse feedback (mesmo no caso de feedbacks negativos) também alinhar as expectativas e ouvir as dificuldades enfrentadas pelo trabalhador no dia a dia.

Faça o colaborador se sentir à vontade, ainda, para solicitar feedbacks, os dando autonomia e liberdade. Para isso acontecer, é importante ter sinceridade e transparência, bem como ser contínuo.

Outro ponto essencial é valorizar a opinião dos seus colaboradores. Estar aberto a ouvi-los é também implementar suas sugestões. Estimule a colaboração da equipe e suas sugestões e críticas. É possível incluir avaliações de clima sempre que possível, assim o colaborador pode falar abertamente e sempre que for necessário sobre as suas sugestões.

É importante também avaliar como está o ambiente de trabalho do seu colaborador: ele se sente pressionado? É um ambiente tranquilo? Os colaboradores têm laços de amizade? Se divertem quando trabalham?

Melhorar o clima da empresa precisa ser um dos primeiros passos dentro da organização. Ambientes estressantes geram brigas e pressões desnecessárias. Deixe que seus colaboradores conversem, se sintam livres para opinar, relaxar e visualize a produtividade aumentar. 

Promova a saúde no ambiente de trabalho com um plano Sami

Aqui na Sami, temos como missão oferecer saúde de qualidade por um preço justo.

Cada membro da Sami tem acesso ao seu próprio Time de Saúde, com médico pessoal e equipe de enfermagem que conhecem você de verdade e que fazem o cuidado coordenado da sua saúde junto com você e os especialistas necessários. Aqui cuidamos da sua saúde, não da sua doença.

Nossa rede credenciada, os Parceiros Clínicos da Sami, incluem opções de hospitais com acreditações internacionais, maternidades, clínicas e laboratórios de qualidade, como Hospital Leforte, Hospital 9 de Julho, maternidades Santa Izildinha e Hospital Sepaco, laboratórios Labi, entre outros.

Por fim, sabemos que saúde é muito mais que a carteirinha do plano de saúde. Por isso, criamos a nossa Rede de Hábitos Saudáveis, com o aplicativo de academias e exercícios Gympass e outros benefícios exclusivos para a sua saúde mental e o seu bem-estar.

Tem interesse? Clique no botão abaixo e faça uma cotação.

Nossos planos são para MEI e empresas de pequeno e médio porte, a partir de 1 pessoa, nas cidades de São Paulo, Guarulhos, Osasco, Taboão da Serra e no ABC, com preços a partir de R$ 172 por mês por pessoa.

Ei, RH! Quer economizar até30% no plano da sua empresa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

4 dicas para cuidar da saúde mental feminina no trabalho remoto

Dupla jornada, responsabilidades com a vida familiar e salário desigual são alguns dos motivos que levam a diagnósticos de distúrbios relacionados à...

Obesidade sem tabu ou gordofobia: tudo que precisamos saber

Em 4 de março é celebrado o dia mundial da obesidade, instituído pela OMS para conscientizar a todos sobre os riscos de...

IMC: entenda as faixas e o peso ideal

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma ferramenta utilizada na área da saúde para avaliar a relação entre peso e altura de uma pessoa e, assim, classificar seu estado nutricional em categorias.

Etarismo: o que é, impactos na vida do idoso e a importância da pirâmide etária

o etarismo se refere a estereótipos, preconceitos e discriminação direcionada às pessoas com base na idade que elas têm.

Pluralidade cultural: o papel do pluralismo nas empresas

A pluralidade é um tema importante nos dias atuais, onde as fronteiras entre as nações se tornam cada vez mais fluidas e o mundo cada vez mais globalizado.
Ei, RH!Já conhece o planode saúde com foco emretenção de talentos?
×