Início Saúde Manchas na pele: quais são os tipos e o que podem ser?

Manchas na pele: quais são os tipos e o que podem ser?

Autor

Data

Categoria

A pele é o maior órgão do nosso corpo – e por isso precisamos cuidar dela com muito carinho diariamente. E quando damos a atenção necessária à nossa saúde cutânea e observamos o surgimento de manchas na pele, a preocupação pode ser grande.

E não à toa! A pele mantém nutrientes vitais para o corpo, que agem como uma barreira de proteção, impedindo a entrada de substâncias nocivas ao organismo. Além disso, é ela que oferece proteção contra os efeitos perigosos da radiação ultravioleta emitida pelo sol. E com isso já deu para perceber o porquê é tão importante cuidarmos desse órgão, né?

E quando falamos em cuidado não é só o estético. Claro que preocupar-se esteticamente é válido, pois acaba mexendo com a autoestima tanto dos homens quanto das mulheres. Porém, mais do que isso, o estado da pele reflete também a nossa saúde física, considerando que manchas na pele podem indicar a presença de alguma doença.

Você já deve saber que existem vários tipos de manchas na pele, com tamanhos, cores e formas diferentes. Quer saber as possíveis doenças que estão relacionadas a cada tipo de mancha na pele? Descubra abaixo!

  1. Manchas vermelhas na pele: o que pode ser?
  2. Mancha branca na pele
  3. Mancha marrom na pele
  4. 5 motivos que levam ao surgimento de manchas roxas na pele
  5. Como clarear manchas escuras na pele?

Manchas vermelhas na pele: o que pode ser?

Manchas vermelhas na pele geralmente estão relacionadas a alergias e infecções, mas podem significar diversos diagnósticos. Reunimos os principais, veja:

  • Alergia: quando a mancha vermelha na pele é de tamanho médio e coça bastante pode ser reação alérgica a pelos de animais, contato com alguma planta ou alguma medicação que a pessoa ingeriu. Nestes casos, é comum que a alergia e, consequentemente, a mancha na pele desapareçam em até 3 dias;
  • Eczema: costuma causar muita coceira e inchar bastante. Esse tipo de mancha vermelha pode surgir e sumir espontaneamente ao longo do tempo, podendo ser causada por alergias, estresse, medicamentos, etc;
  • Dermatite atópica: essas manchas vermelhas coçam bastante e também estão ligadas a alergias de pele. Elas, porém, podem descamar e até conter líquido;
  • Micose: causada por algum fungo, esse tipo de mancha vermelha na pele pode provocar formação de bolhas e descamação na região acometida. Além disso, esse quadro pode espalhar para outras áreas do corpo, causando coceira e dor;
  • Rubéola: manchas pequenas, planas e levemente elevadas que normalmente surgem no rosto e atrás das orelhas. É comum que depois de um tempo se espalhe para o resto do corpo e dure, em média, 3 dias;
  • Rosácea: esse é o tipo de mancha vermelha que surge no rosto, na região das bochechas, testa e nariz. É possível visualizar também pequenos vasinhos na pele, além da sensação de quentura e maior sensibilidade;
  • Psoríase: relacionada a fatores genéticos, esse tipo de mancha na pele costuma ter o centro branco e bordas avermelhadas. Elas causam forte coceira e descamação, podendo até sangrar. Aparecem mais no couro cabeludo, joelhos e cotovelos;
  • Sarna: doença altamente infecciosa que acomete, na maioria dos casos, os dedos das mãos e dos pés. Coçam e podem até levar ao desenvolvimento de úlcera na pele;
  • Erisipela: causadas por uma bactéria, são feridas avermelhadas na pele, acompanhadas de dor, calafrio, mal estar e febre;
  • Câncer de pele: as manchas vermelhas vão depender do tipo do câncer de pele. Mas, no geral, elas costumam começar pequenas e irem aumentando conforme o passar do tempo. Elas podem sangrar e ter uma superfície áspera. 

Mancha branca na pele

“Será que é grave?” “Devo ir ao pronto-socorro ou somente marcar um dermatologista?” Essas são algumas das dúvidas que podem surgir quando aparece alguma mancha branca na pele, ainda mais quando o tamanho só aumenta. 

Existem muitas possibilidades, já que a mancha branca na pele pode surgir depois de muita exposição ao sol ou ser uma infecção causada por algum fungo. O tratamento nesses casos é até simples, pois o dermatologista geralmente receita uso de cremes ou pomadas.

No entanto, mancha branca na pele também pode ser indicação de um problema mais sério, que necessita de um tratamento prolongado, como, por exemplo, vitiligo e esclerose tuberosa. A seguir, conheça as principais possibilidades:  

  • Micose de praia: a micose de praia também é popularmente conhecida como pano branco, pois causa mancha branca na pele. É comum que fique coçando e que se espalhe pelo resto do corpo. Ao se multiplicar, o fungo inibe a produção de melanina no local, resultando nas manchas brancas;
  • Deficiência nutricional: a falta de vitaminas e minerais no organismo, como cálcio e vitamina D, pode levar ao surgimento de mancha branca na pele;
  • Exposição ao sol: a exposição em excesso ao sol pode causar descamação e, consequentemente, o aparecimento de manchas brancas na pele. Inclusive, elas tendem a aumentar quando não se usa protetor solar;
  • Esclerose tuberosa: também conhecida como doença de Bourneville, essa doença é caracterizada por manchas brancas isoladas que afetam o organismo;
  • Dermatite atópica: é um tipo de inflamação mais comum em bebês, mas pode surgir em qualquer idade. A dermatite atópica costuma se manifestar primeiro através de manchas vermelhas, parecidas com caroços que, quando desaparecem, deixam a região esbranquiçada;
  • Sardas: depois dos 40 anos de idade, é comum que surjam sardas brancas nos braços, mãos e pés. Esse quadro é comum em pessoas com a pele branca que se expõe com frequência ao sol sem uso de protetor solar;
  • Vitiligo: essa é uma doença, que devido a uma alteração genética ou no sistema imunológico, o corpo acaba combatendo os melanócitos. E isso ocasiona pequenas e grandes manchas brancas no corpo. 

Mancha marrom na pele

A mancha marrom surge por alteração na pigmentação da pele, podendo ser causada por:

  • Uso de medicamentos: alguns exemplos são tetraciclinas, fenitoínas, sulfonamidas e estrógenos;
  • Doença no fígado: alterações hepáticas podem levar ao aparecimento de manchas escuras na pele, sendo mais comum nos braços e no rosto;
  • Acantose Nigricans: essa doença é causada pela alteração dos níveis de insulina no sangue. No entanto, neste caso, as manchas podem até ser pretas;
  • Hiperinsulinismo: acontece devido ao excesso de insulina no sangue, que acaba provocando uma produção exacerbada de melanina;
  • Idade: conforme o passar do tempo, há regiões no corpo que ficam mais expostas ao sol, como o rosto, braços e mãos. E, assim, surgem as manchas mais escuras, pois algumas células saem do seu estado de equilíbrio e começam a produzir melanina em excesso;
  • Sol + substância cítrica: você com certeza já deve saber que não se pode deixar cair limão na pele e depois se expor ao sol. Essa combinação não é proibida somente com o limão, mas, sim, com qualquer fruta cítrica (como abacaxi, caju, amora, morango, etc.). Esse tipo de mancha marrom é chamada de fitofotodermatite e pode resultar em queimaduras graves; 
  • Alterações endócrinas: alterações na tireóide, gravidez ou menopausa podem alterar a produção de hormônios e resultar no aparecimento de manchas marrons na pele.

5 motivos que levam ao surgimento de manchas roxas na pele

Outro tipo de mancha na pele que causa bastante preocupação é a mancha roxa, que pode surgir devido a:

  • Pancadas: tenha calma caso esbarre em algum local e logo depois surja um roxo. É normal! Isso acontece porque, com a força de uma pancada, há o rompimento de pequenos vasos;
  • Uso de remédios: alguns medicamentos podem interferir na capacidade de coagulação do sangue e acabam predispondo à formação de equimoses ou manchas na pele;
  • Falta de vitamina C: a deficiência dessa vitamina faz com que pequenos vasos sanguíneos fiquem mais sensíveis, podendo se romper espontaneamente;
  • Hemofilia: essa é uma doença genética ou adquirida caracterizada por dificuldade ou ausência de coagulação do sangue, aumentando o risco de sangramentos internos que podem ser identificados por meio de manchas roxas na pele; 
  • Púrpura trombocitopênica idiopática: conhecida também como PTI, essa doença é caracterizada pela diminuição de plaquetas no sangue em decorrência de um ataque do sistema imunológico contra o próprio organismo. Sendo assim, como há a destruição das plaquetas, podem ocorrer sangramentos internos.

Como clarear manchas escuras na pele?

Existem diversos procedimentos que auxiliam na remoção de manchas escuras na pele. No entanto, o sucesso do tratamento vai depender da causa das manchas. Conheça as opções mais populares que prometem clarear manchas escuras na pele: 

  • Uso de cremes clareadores;
  • Tratamento estético, como laser e peeling químico;
  • Aplicação de óleos vegetais;
  • Argila branca.

Embora o tratamento seja eficaz, algumas ações diárias são essenciais para manter a saúde da pele em dia e evitar o aparecimento de manchas, como:

  • Uso de protetor solar diariamente;
  • Hidratar a pele com frequência;
  • Beber bastante água;
  • Evitar exposição excessiva (e desprotegida) ao sol.

Essas doses diárias de autocuidado vão te ajudar a ter uma pele saudável. E caso surjam manchas na pele que só pioram, procure um time de saúde.

Ei, RH! Quer economizar até30% no plano da sua empresa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

IMC: entenda as faixas e o peso ideal

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma ferramenta utilizada na área da saúde para avaliar a relação entre peso e altura de uma pessoa e, assim, classificar seu estado nutricional em categorias.

Etarismo: o que é, impactos na vida do idoso e a importância da pirâmide etária

o etarismo se refere a estereótipos, preconceitos e discriminação direcionada às pessoas com base na idade que elas têm.

Pluralidade cultural: o papel do pluralismo nas empresas

A pluralidade é um tema importante nos dias atuais, onde as fronteiras entre as nações se tornam cada vez mais fluidas e o mundo cada vez mais globalizado.

O que é ambidestria organizacional e quais são os benefícios

A ambidestria organizacional é uma abordagem que tem como objetivo equilibrar-se em dois focos sem perder a eficiência de suas operações.

Mundo BANI: o que é e como ele impacta a sua empresa

O BANI é uma maneira mais assertiva de enquadrar e entender o estado do mundo atual. Ao contrário do que muitos pensam, o mundo BANI não surgiu após a pandemia da Covid-19.
Ei, RH!Já conhece o planode saúde com foco emretenção de talentos?
×