Início Bem-Estar Gripe e resfriado: descubra a diferença entre os dois

Gripe e resfriado: descubra a diferença entre os dois

Autor

Data

Categoria

Apesar de as duas doenças afetarem o sistema respiratório e terem forte incidência no inverno, elas possuem sintomas com intensidades diferentes. Você também se confunde sobre gripe e resfriado?

De fato, as duas doenças têm bastante pontos em comum: ambas são contagiosas e causadas por vírus, além de serem mais frequentes no inverno – quando aumentam as aglomerações em ambientes fechados, facilitando a transmissão dos vírus. Tanto uma como a outra também afetam o funcionamento das vias aéreas e provocam mal-estar.

Os agentes causadores também têm suas similaridades, pois costumam sofrer mutação frequentemente, o que aumenta as chances de contrair essas doenças mais de uma vez. Esse é um dos principais motivos para a gripe e o resfriado serem tão comuns. De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), estima-se cerca de um bilhão de casos de gripe no mundo todos os anos. 

Mas, em meio a tantas coisas em comum, como diferenciar as duas doenças? Para te ajudar a perceber o que pode ser um caso de gripe ou de resfriado, iremos abordar os seguintes tópicos:

  1. O que é gripe?
  2. O que é resfriado?
  3. Qual a diferença entre gripe e resfriado?
  4. Tratamento
  5. Como prevenir gripe e resfriado?
Mulher doente, sentada no chão, assoa o nariz. Sintomas respiratórios são comuns a gripe e resfriado.
Frequentemente confundidos, gripe e resfriado têm sintomas com intensidades diferentes. / ANDREA PIACQUADIO

O que é gripe?

A gripe é uma doença contagiosa e aguda causada pelo vírus Influenza. Esse vírus possui vários subtipos, que estão em constante mutação. Então, é comum que a mesma pessoa fique gripada várias vezes ao longo da vida. 

Dependendo do estado do sistema imunológico da pessoa (forte ou fraco) e da agressividade do vírus, a gripe pode evoluir para bronquite, pneumonia e até mesmo levar à morte. Crianças, pessoas com doenças crônicas e idosos têm mais chances de desenvolver esses quadros graves e, por isso, são considerados grupo de risco.

Entretanto, a maioria dos casos não costuma ter complicações sérias, e tendem a melhorar em até 10 dias após o início dos sintomas da gripe, que incluem: 

  • Febre acima de 38ºC;
  • Calafrios;
  • Tosse seca;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de garganta;
  • Dor muscular;
  • Congestão nasal;
  • Coriza;
  • Dificuldade para respirar;
  • Cansaço e mal-estar.

O que é resfriado?

O resfriado comum é um tipo de infecção que pode ser causada por mais de 200 vírus. Porém, a maioria dos casos são provocados pelo rinovírus – que possui mais de 100 subtipos. Por causa dessa variedade, o resfriado está entre as doenças mais comuns que existem, deixando a população em constante risco de contraí-lo. 

O foco da infecção é, principalmente, o nariz e garganta, provocando sintomas como:

  • Congestão nasal;
  • Espirros;
  • Tosse;
  • Dor de garganta;
  • Garganta irritada;
  • Dor de ouvido;
  • Mal-estar;
  • Febre (geralmente baixa e mais comum em crianças pequenas).

A congestão nasal – principal sintoma do resfriado – retém as secreções, favorecendo a proliferação de bactérias. Como efeito dessa retenção, a infecção pelo rinovírus pode acarretar otite média e sinusite, além de desencadear crises asmáticas.  

Dengue: veja os principais sintomas e como se proteger

Dor de cabeça: o que é, tipos e formas de atenuá-la

Qual a diferença entre gripe e resfriado?

Existem algumas diferenças entre a gripe e o resfriado. A primeira é em relação ao vírus. Enquanto o agente causador da gripe é o Influenza, o resfriado pode ser causado por mais de 200 vírus, em especial pelos 100 subtipos do rinovírus. 

A intensidade que cada uma dessas doenças afeta o organismo também é diferente. Os sintomas da gripe são mais fortes e duram mais tempo do que os do resfriado – e a chance de desenvolver complicações sérias pela infecção do Influenza também é maior. 

Outro ponto importante de diferença são as formas de prevenção disponíveis; já que existe vacina para a gripe, mas não há nenhuma para o resfriado.

Tratamento

Apesar das diferenças entre as doenças, existem várias similaridades na forma de tratá-las. Não existe nenhum medicamento específico que mate o vírus da gripe e os do resfriado, por exemplo. Então, o tratamento é focado em amenizar os sintomas e manter o corpo saudável. 

Para isso, é recomendado que a pessoa infectada faça repouso, mantenha-se bem hidratada e, de preferência, fique isolada para evitar a disseminação do vírus. Fortalecer o sistema imunológico por meio de uma alimentação saudável e rica em vitamina C também é uma ótima maneira de ajudar o corpo a combater a infecção.

Quanto aos medicamentos, é importante receber a orientação do médico de família, que vai prescrever de acordo com os sintomas apresentados. O profissional pode receitar descongestionantes (que ajudam a desobstruir as vias nasais), anti-inflamatórios (para alívio das dores e febre),  anti-histamínicos (para secar a coriza) e os xaropes expectorantes (que auxiliam na eliminação do muco). Mas, vale ressaltar que é importante consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento medicamentoso.

Higiene do sono: 10 dicas para dormir melhor

Como a meditação pode ajudar o empreendedor?

Como prevenir gripe e resfriado?

A transmissão da gripe e do resfriado acontecem da mesma maneira: pelo contato direto com as secreções ou gotículas de saliva de alguém infectado. Normalmente, a infecção acontece após a pessoa tocar em uma superfície contaminada e, na sequência, levar a mão aos olhos, boca ou nariz. O vírus penetra na mucosa e se espalha pelo organismo.

Por isso, o modo de prevenção é parecido para as duas doenças respiratórias:

  • Higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel após tocar em objetos e superfícies e ao sair de ambientes cheios;
  • Cobrir a boca e o nariz com papel ao tossir ou espirrar;
  • Limpar cuidadosamente superfícies e objetos compartilhados;
  • Evitar locais aglomerados e/ou fechados;
  • Evitar contato com pessoas infectadas.

O Influenza também pode ser prevenido por meio da vacina da gripe, que é distribuída anualmente e de forma gratuita para quem faz parte do grupo de risco da doença.

e-book Como estruturar uma política de plano de saúde para sua empresa do zero

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Conheça as 10 doenças respiratórias mais comuns no inverno

Tempo seco, maior tempo de permanência em lugares fechados e redução da ventilação dos ambientes – principalmente para evitar os ventos fortes...

O impacto de um bom plano de saúde na experiência do colaborador

Como você deve imaginar, a experiência do colaborador com a sua empresa impacta diretamente na produção da sua demanda. Logo, no seu...

Bronquite, sinusite e rinite: tudo sobre as “ites” do inverno

Bronquite, sinusite e rinite: essas doenças provocam inflamações em diferentes partes do sistema respiratório e podem ser causadas por vírus, bactérias ou alergias.

Gripe e resfriado: descubra a diferença entre os dois

Apesar de as duas doenças afetarem o sistema respiratório e terem forte incidência no inverno, elas possuem sintomas com intensidades diferentes. Você...

Hipertensão: as causas e consequências da pressão alta

Já pensou que, neste exato momento, o seu organismo pode estar sendo prejudicado por uma doença silenciosa? No mundo todo, cerca de...
e-book Como estruturar uma política de plano de saúde para sua empresa do zero
×