Início Bem-Estar Como se preparar para uma teleconsulta

Como se preparar para uma teleconsulta

Autor

Data

Categoria

A pandemia provocada pelo novo coronavírus teve um impacto sem precedentes no mundo, trazendo profundas transformações sociais, políticas, econômicas e culturais. A Covid-19 acelerou mudanças em hábitos e processos e, em muitos casos, o uso da tecnologia foi a solução para suprir várias necessidades sem abrir mão dos cuidados que o momento exige. A telemedicina, por exemplo, passou a ser utilizada em grande escala. O atendimento médico à distância é cada vez mais comum, mas muita gente ainda não sabe como se preparar para uma teleconsulta adequadamente… 

Antes de mais nada, é importante ressaltar que é apenas uma das modalidades previstas de atendimento médico englobadas na telemedicina.  

Mesmo em circunstâncias normais, a teleconsulta já traz benefícios como manter uma conexão próxima com seu médico sem precisar sair de casa ou economizar tempo e dinheiro com deslocamentos para realizar consultas presenciais. 

Mas, em tempos em que o distanciamento social ainda é tão necessário, a teleconsulta abre a possibilidade de manter os cuidados com a saúde sem a necessidade de se expor ao coronavírus.

Por tudo isso, trouxemos algumas dicas sobre como você pode se preparar para uma teleconsulta e aproveitar ao máximo o contato com os profissionais que cuidam da sua saúde. 

Use a tecnologia a seu favor

Verifique sua conexão com antecedência.

Se for o caso, é útil também decidir previamente qual dispositivo você vai usar para fazer a teleconsulta. Dependendo da operadora ou do profissional de saúde, a teleconsulta poderá ser realizada pelo computador/notebook, tablet ou smartphone.

É importante verificar previamente sua conexão e garantir que tudo esteja funcionando adequadamente na hora de fazer sua teleconsulta
É importante verificar previamente sua conexão e garantir que tudo esteja funcionando bem na hora de sua teleconsulta

Se você for membro da Sami, sua teleconsulta será realizada pelo nosso app.

Também é importante testar o vídeo, o fone e o microfone do dispositivo que você vai utilizar. Se necessário, faça as atualizações do programa ou aplicativo que será utilizado para fazer a teleconsulta e desative a notificação de outros programas/apps que podem interromper ou tirar sua atenção durante o atendimento. 

Ah! Confira também se o dispositivo que será utilizado está com uma boa carga de bateria.

Escolha um bom lugar para sua teleconsulta

Para fazer uma boa teleconsulta, é importante que você escolha num lugar confortável e calmo, onde seja possível conversar tranquilamente e sem barulhos ou interrupções. 

Uma das principais dicas sobre como se preparar para uma teleconsulta é escolher bem o local onde você ficará durante o atendimento
Escolha um local calmo, bem iluminado e tranquilo, onde você possa fazer sua teleconsulta em interrupções ou ruídos

O local escolhido também deve ser bem iluminado, de preferência utilizando luz natural. Você também deve avaliar se a luminosidade permite que seu rosto seja visto com clareza e sem sombras na câmera do computador ou celular. Isso ajuda você a ter uma conversa direta com seu profissional de saúde como se estivessem juntos presencialmente. 

Atenção à privacidade

A privacidade é um ponto de atenção na hora de realizar uma teleconsulta. Afinal, você pode precisar abordar temas mais íntimos ou sensíveis na sua teleconsulta e deve estar bem à vontade para isso. O ideal é que você possa ficar sozinho no cômodo onde vai realizar o atendimento à distância. 

Se isso não for possível, avise às outras pessoas que estiverem no ambiente que você vai fazer uma consulta e que estará com a câmera aberta. Esse cuidado é essencial para não correr o risco de expôr sem intenção algum momento mais íntimo, como uma troca de roupa, por exemplo.

Considere a teleconsulta como uma consulta presencial

A principal dica de como se preparar para uma teleconsulta é: aja como se estivesse em uma consulta realizada presencialmente. Assim, não faça nada que não faria se você estivesse num consultório.

Lembre-se de:

  • Vestir roupas adequadas. Então, nada de ficar sem camisa, combinado?
  • Ser pontual e respeitar o horário agendado;
  • Não fumar, beber ou fazer refeições durante o atendimento;
A melhor dica para saber como se preparar para uma teleconsulta é: aja  como se estivesse numa consulta presencial
Ao fazer uma teleconsulta, aja como se estivesse numa consulta presencial
  • Prestar atenção na conversa e a tudo que está sendo dito, evitando distrações no ambiente;
  • Não fazer outras atividades durante a consulta. Nada de se consultar jogando videogame ou fazendo uma aula de yoga;
  • Anotar as dúvidas e questões que você quer abordar sobre sua saúde previamente. Assim como em uma visita pessoal, pode ser útil ter exames, receitas ou detalhes do seu histórico médico à mão.

Em resumo: prepare-se e tenha os mesmos cuidados e comportamentos que você teria caso estivesse num consultório.

Se for se consultar, não dirija. Se for dirigir, não se consulte

Essa dica aqui também poderia fazer parte do tópico acima, mas merece ser tratada separadamente por um motivo: esse tipo de comportamento pode colocar sua integridade em risco. Então, nada de dirigir enquanto você está realizando sua teleconsulta.

Parece óbvio mas, por incrível que pareça, é muito comum ter paciente querendo realizar sua teleconsulta enquanto dirige.

Além do perigo que isso representa para você e outras pessoas, também não é uma atitude respeitosa com o profissional de saúde que está atendendo você.

Aqui na Sami, por exemplo, o Time de Saúde pode optar por remarcar o atendimento sempre que essa situação ou qualquer outra que seja considerada insegura/inapropriada aconteça com um de nossos membros.


Saber como se preparar para uma teleconsulta ajuda você a tirar o máximo proveito desse recurso
Saber como se preparar para uma teleconsulta ajuda você a ter um atendimento melhor e aproveitar ao máximo esse recurso

A praticidade e a comodidade que a teleconsulta e outras modalidades da telemedicina trazem não podem passar a impressão que o atendimento realizado dessa maneira não deve ser encarado com a mesma seriedade do atendimento presencial.

Sabemos que, para muita gente, a teleconsulta ainda é uma novidade recente na rotina. Daí a importância dessas dicas para que você possa usar esse recurso da melhor maneira, obtendo os benefícios que ele pode trazer. 

Se quiser conferir um depoimento e as impressões de um paciente durante sua primeira consulta à distância, é só clicar aqui.

e-book Como estruturar uma política de plano de saúde para sua empresa do zero

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Posts Recentes

Conheça as 10 doenças respiratórias mais comuns no inverno

Tempo seco, maior tempo de permanência em lugares fechados e redução da ventilação dos ambientes – principalmente para evitar os ventos fortes...

O impacto de um bom plano de saúde na experiência do colaborador

Como você deve imaginar, a experiência do colaborador com a sua empresa impacta diretamente na produção da sua demanda. Logo, no seu...

Bronquite, sinusite e rinite: tudo sobre as “ites” do inverno

Bronquite, sinusite e rinite: essas doenças provocam inflamações em diferentes partes do sistema respiratório e podem ser causadas por vírus, bactérias ou alergias.

Gripe e resfriado: descubra a diferença entre os dois

Apesar de as duas doenças afetarem o sistema respiratório e terem forte incidência no inverno, elas possuem sintomas com intensidades diferentes. Você...

Hipertensão: as causas e consequências da pressão alta

Já pensou que, neste exato momento, o seu organismo pode estar sendo prejudicado por uma doença silenciosa? No mundo todo, cerca de...
e-book Como estruturar uma política de plano de saúde para sua empresa do zero
×